Bolsas de NY terminam o dia em direções divergentes

O mercado norte-americano de ações fechou com os principais índices em direções divergentes; o Dow Jones em leve queda, pressionado por reações negativas dos investidores ao informe de vendas da Wal-Mart e ao informe de resultados financeiros da Verizon Communications; e o Nasdaq em alta, provocada pelo bom desempenho das ações do setor de tecnologia. As ações da Wal-Mart caíram 2,37%, em reação a seu informe de vendas de outubro; as da Verizon recuaram 3,06%, depois de a empresa divulgar resultados. As ações do setor de tecnologia voltaram a subir (IBM +0,82%, Hewlett-Packard +1,20%, Intel +0,76%, Microsoft +0,74%). As da Yahoo avançaram 2,41%, após recomendação dos analistas da Merrill Lynch. Índices O índice Dow Jones fechou em queda de 3,76 pontos, ou 0,03%, em 12.086,50 pontos. A mínima foi em 12.050,08 pontos e a máxima em 12.116,91 pontos. O Nasdaq encerrou em alta de 13,15 pontos, ou 0,56%, em 2.363,77 pontos, com mínima em 2.341,03 pontos e máxima em 2.371,06 pontos. O Standard & Poor's-500 subiu 0,59 ponto, ou 0,04%, para 1.377,93 pontos. O Nyse Composite, que reúne todas as ações negociadas na Bolsa de Valores de Nova York (Nyse), recuou 13,09 pontos, ou 0,15%, para 8.766,78 pontos. O volume negociado na Nyse ficou em 1,445 bilhão de ações, de 1,569 bilhão na sexta-feira; 1.772 ações subiram, 1.535 caíram e 163 fecharam nos mesmos níveis da sexta-feira. No Nasdaq, o volume ficou em 1,767 bilhão de ações negociadas, de 2,249 bilhões na sexta-feira, com 1.690 ações fechando em alta e 1,379 em queda. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.