Bolsas de NY terminam quase estáveis, à espera do Fed

O mercado norte-americano de ações não mostrou direção clara hoje, com o índice Dow Jones fechando em leve queda e o Nasdaq praticamente estável. O dia foi marcado por expectativa em relação à reunião do Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA), nesta quarta-feira. "O mercado havia digerido muitas boas notícias recentemente e é difícil encontrar muitas informações novas que o façam subir, especialmente às vésperas da reunião do Fed. Além disso, o indicador de atividade no setor de construção de casas saiu fraco e os preços do petróleo subiram; com isso, temos uma receita para a falta de convicção", comentou o estrategista David Joy, da RiverSource Investments. Ações Várias ações reagiram a notícias sobre fusões e aquisições. As da Freescale Semiconductor subiram 5,7%, depois de a empresa aceitar a proposta de aquisição feita pelo Blackstone Group. Em meio a especulações de que a Blackstone esteja planejando usar a Frescale como plataforma para comprar outras fabricantes de semicondutores, outras ações do setor também avançaram (NVidia teve alta de 3,8%, MEMC Eectronic Materials, 4,7%, e Varian Semiconductor, 4,4%). No setor de petróleo e gás, as ações da Plains Exploration & Production registraram ganho de 9,7%, após a empresa anunciar a venda de ativos no Golfo do México para a norueguesa Statoil. As ações da fabricante de equipamentos para telefonia celular Symbol Technologies avançaram 15%, depois de o Wall Street Journal dizer que a empresa está concluindo a preparação de um leilão para vender-se a si mesma. As ações da Motorola, vista como uma das empresas em melhor posição para adquirir a Symbol, subiram 0,40%. Também no setor de petróleo, as ações da Exxon Mobil subiram 2,55%, em reação à recuperação dos preços do petróleo. As da Home Depot, que sofreu rebaixamento de recomendação pelo Crédit Suisse, recuaram 1,72%. As da Caterpillar tiveram valorização de 2,38%, em reação a nota da Merrill Lynch. No setor automotivo, as ações da Ford caíram 2,49% e as da General Motors recuaram 0,57%, em reação a reportagem do Wall Street Journal segundo a qual as duas montadoras chegaram a discutir a possibilidade de uma aliança, mas abandonaram a idéia e não planejam fazer novas conversações. Índices O índice Dow Jones fechou em queda de 5,77 pontos (0,05%), em 11.555,00 pontos. A mínima foi em 11.528,11 pontos e a máxima em 11.588,38 pontos. O Nasdaq encerrou em alta de 0,16 ponto (0,01%), em 2.235,75 pontos, com mínima em 2.228,52 pontos e máxima em 2.247,47 pontos. O Standard & Poor's-500 subiu 1,31 ponto (0,10%), para 1.321,18 pontos. O NYSE Composite, que reúne todas as ações negociadas na Bolsa de Valores de Nova York, avançou 27,02 pontos (0,32%), para 8.390,47 pontos. O volume negociado na NYSE ficou em 1,513 bilhão de ações, de 2,204 bilhões na sexta-feira; 1.672 ações subiram, 1.694 caíram e 158 fecharam nos mesmos níveis da sexta-feira. No Nasdaq, o volume ficou em 1,974 bilhão de ações negociadas, de 2,482 bilhões na sexta-feira, com 1.487 ações fechando em alta e 1.527 em queda. As informações são da Dow Jones.

Agencia Estado,

18 de setembro de 2006 | 18h40

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.