Bolsas devem abrir em queda em Nova York

Os índices futuros das bolsas de Nova York apontam para uma abertura em queda com os investidores cautelosos diante do impasse nas negociações para evitar o abismo fiscal nos Estados Unidos. Na quinta-feira (27), líderes do Congresso discursaram e trocaram críticas, mas não apresentaram uma proposta para escapar dos cortes de gastos públicos e os aumentos de impostos que entrarão em vigor na virada do ano. Às 12h15 (de Brasília), o Dow Jones futuro perdia 0,50%, S&P recuava 0,62% e Nasdaq caía 0,64%.

STEFÂNIA AKEL, Agencia Estado

28 de dezembro de 2012 | 12h30

Na Europa, as bolsas operam em baixa em meio à cautela dos investidores com a aproximação do prazo final para o abismo fiscal. Não houve divulgação de dados econômicos dos EUA na manhã desta sexta-feira (28). Às 12h45 (de Brasília) será divulgado o índice ISM de atividade industrial de Chicago para dezembro, com previsão de aumento para 51, de 50,4 em novembro. Às 13 horas, as vendas pendentes de imóveis residenciais em novembro serão anunciadas e, segundo a previsão de economistas, devem crescer 1,2%.

Na tarde desta sexta, o presidente dos EUA, Barack Obama, e os principais líderes do Congresso vão se reunir na Casa Branca para buscar uma forma de avançar nas negociações para evitar o abismo fiscal. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
bolsasNYabertura

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.