Bolsas dos EUA sobem em dia de recuperação

As bolsas norte-americanas sobem nesta terça-feira, em sintonia com o mercado europeu, e com recuperação de papéis de companhias relacionadas às commodities metálicas e de petróleo. Às 12h10 (de Brasília), o índice Dow Jones subia 0,45%, depois de ceder 0,17% ontem. O Nasdaq, cuja intensidade de oscilação tem sido maior, operava em alta de 0,96%, mesma proporção da queda de ontem. Em Londres, o índice FT-100 subia 2,6%; em Paris, o CAC-40 registrava alta de 2,35%; e em Frankfurt, o Xetra-DAX avançava 2,37%. As ações da Exxon Mobil registravam ganho de 1,22% em Nova York e os papéis da Alcoa subiam 1%. Os American Depositary Receipts (ADRs) da BHP Billiton subiram 4,3%. "Os mercados se acalmaram no exterior. Os emergentes, que realmente estão ligados ao petróleo e aos metais, recuperaram-se após a forte pressão das duas últimas semanas", disse Paul Nolte, diretor de investimentos do Hinsdale Associates ao site aberto MarketWatch. Outros participantes indicaram haver interesse por papéis que ficaram muito baratos em relação as projeções de lucros. "Os valuations são atraentes", disse Henry Dickson, estrategista da Lehman Brothers em Nova York ao site aberto da Bloomberg. As ações de tecnologia eram impulsionadas por informações de que a maior companhia européia de equipamentos para fabricação de semicondutores, a ASML, revisou em alta sua projeção para o segundo trimestre por conta de aumento na demanda.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.