Bolsas européias apagam perdas e fecham em alta

As principais bolsas européias apagaram as perdas do início do dia e fecharam em alta, após uma sessão marcada pela liquidez reduzida. A exemplo de ontem, o rally de Wall Street foi fator decisivo na virada do dia, embora notícias corporativas de empresas locais, como as da Philips Electronics e da varejista Hennes & Mauritz, também tenham ajudado na guinada. As ações da Arcelor também se destacaram no dia, após terem sido suspensas nos mercados europeus em que são negociadas por causa das incertezas em torno do posicionamento da companhia, disputada pela Mittal. A siderúrgica Arcelor anunciou que o conselho de administração vai se reunir no domingo para decidir sobre a oferta hostil da Mittal Steel e a proposta de parceria com a russa Severstal. O conselho, que se reunirá na próxima quarta-feira, decidiu manter as ações da Arcelor bloqueadas até 28 de junho. As ações da Philips dispararam 4,7%, em Amsterdã, com a empresa se preparando para listar a sua divisão de chips na bolsa no segundo semestre. A empresa também pretende vender a unidade. A varejista H&M subiram 4,3%, após a companhia anunciar lucros bem acima das expectativas no segundo trimestre, a entrada no mercado da China e o lançamento de uma nova marca mais cara para homens e mulheres. Na Bolsa de Londres, o índice FT-100 fechou em alta de 6,8 pontos (0,12%), em 5.665,0 pontos. As ações do setor de mineração reagiram à melhora do clima em Wall Street e conseguiram apagar as perdas da manhã, A Anglo American subiu 0,91%; a BHP Billiton, 1,42% e a Rio Tinto, 1,08%. Um trio de empresas revelou a fragilidade do consumo no Reino Unido. A DSG, varejista de eletrônicos, caiu 4,4%, após o mercado interpretar os números da empresa como tendo sido impulsionados por benefícios extraordinários. A J. Sainsbury caiu 0,6%, mesmo após suas vendas em mesmas lojas terem subido 5,7%. O HBOS caiu 1,5% Na Bolsa de Paris, o índice CAC-40 fechou em alta de 9,80 pontos (0,18%), em 4.774,73 pontos. As ações da Lafarge subiram 2,5%, com notícias não confirmadas de que a empresa estaria vendendo seus negócios de telhas para telhados. A EADS, do setor de tecnologia aeroespacial e militar, caiu 2,50%, após ter subido 6,50% ontem. Na Bolsa de Frankfurt, o índice Xetra-DAX fechou em alta de 9,80 pontos (0,18%), a 5.503,41 pontos. Na Bolsa de Milão, o índice S&P-Mib fechou em alta de 144 pontos (0,41%), em 35.500 pontos. Na Bolsa de Madri, o índice Ibex-35 fechou em alta de 51,90 pontos (0,47%), em 11.155,40 pontos. Este foi o terceiro pregão consecutivo de altas do mercado espanhol. Na Bolsa de Lisboa, o índice PSI Geral fechou em alta de 18,05 pontos (0,62%), em 2.971,46 pontos. As informações são da Dow Jones.

Agencia Estado,

21 de junho de 2006 | 14h33

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.