Bolsas europeias caem após dúvida sobre reunião da UE

Rumores sobre adiamento de reunião da União Europeia, marcada para o domingo, ajudaram a aumentar temor de investidores

Danielle Chaves, da Agência Estado,

20 de outubro de 2011 | 15h02

As bolsas europeias fecharam com quedas expressivas, pressionadas por incertezas sobre o resultado da cúpula de líderes da União Europeia agendada para o fim de semana. Hoje, o indicador fraco sobre a confiança do consumidor da zona do euro também contribuiu para as baixas dos mercados. O índice pan-europeu Stoxx 600 caiu 1,5%, para 233,07 pontos.

A apreensão dos investidores foi alimentada por uma reportagem do jornal alemão Die Welt dizendo que a cúpula da União Europeia marcada para domingo poderia ser adiada. Autoridades europeias rapidamente negaram qualquer adiamento da reunião, mas o impacto sobre as bolsas já havia sido sentido.

Os investidores esperam que um plano abrangente para resolver a crise de dívida da zona do euro seja apresentado na reunião. No entanto, relatos da imprensa afirmam que Alemanha e França discordam sobre como aumentar o poder de fogo da Linha de Estabilidade Financeira Europeia (EFSF, na sigla em inglês). Outros pontos não resolvidos são a recapitalização dos bancos e os problemas de dívida da Grécia.

As ações dos bancos foram as mais prejudicados pelo receio dos investidores de que as reuniões do fim de semana não resultem em uma ação suficientemente impositiva. Em Milão, UniCredit despencou 12% e Intesa Sanpaolo mergulhou 10% depois de a agência de classificação de risco Fitch afirmar que a perspectiva para os maiores bancos italianos "se deteriorou significativamente". O índice FTSE MIB fechou em queda de 3,78%, aos 15.677,86 pontos.

Os bancos espanhóis também tiveram fortes perdas, com Santander e BBVA recuando quase 5%. Royal Bank of Scotland caiu 3,4% e Lloyds Banking Group recuou 4,5% em Londres, enquanto Deutsche Bank declinou 5,5% em Frankfurt. Em Paris, Société Générale caiu 7,6%, BNP Paribas declinou 5,8% e Credit Agricole cedeu 6,7%.

O índice FT-100 de Londres terminou o dia com queda de 1,21%, aos 5.384,68 pontos. O CAC-40 de Paris caiu 2,32%, para 3.084,07 pontos; o DAX de Frankfurt perdeu 2,49%, para 5.766,48 pontos; o Ibex-35 de Madri cedeu 2,73%, para 8.608,20 pontos; e o PSI-20 de Lisboa recuou 1,16%, para 5.912,28 pontos. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
EuropabolsasUEcúpula

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.