Bolsas européias caem com notícias corporativas

As bolsas européias caem influenciadas pelas notícias da desistência do banco francês Crédit Agricole em adquirir a britânica Alliance & Leicester e dos testes com mísseis conduzidos pela Coréia do Norte ontem e hoje. O índice FT-100, de Londres, recuava 0,77% às 9h05 (de Brasília); o índice Xetra-DAX, de Frankfurt, cedia 1,27%; e o CAC-40, de Paris, operava em baixa de 0,79%. As ações da instituição britânica de crédito imobiliário Alliance & Leicester caíram 5,6% e as da Crédit Agricole, maior banco de varejo francês, cederam 0,3%. Ainda no setor bancário, as ações da UniCredito Italiano caíram 2%, depois de dizer que seu conselho aprovou um plano prevendo crescimento anual no lucro por ação de cerca de 27% até 2008. A instituição previu cumprir a meta de lucro por ação de 56 euros em 2007. O UniCredito disse ainda que pretende reduzir custos com a demissão de 5% de seu quadro de funcionários até o final de 2008. As ações da EADS caíram 3,7% em Paris, com expectativas de que sua controlada Airbus anuncie a perda de sua posição como a número um em encomendas, mantida nos últimos cinco anos, para a Boeing. A informação foi publicada no The Times, de Londres. Segundo o jornal, a Airbus deverá revelar entre 145 a 150 encomendas definitivas, contra 445 encomendas da Boeing. As ações da BAE Systems, que detém a menor participação na Airbus, caiu 1,7%, depois de informar que pedirá auditoria na Airbus para decidir se prosseguirá com um plano de venda de sua participação na companhia. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.