Bolsas européias caem influenciadas pela Lucent

As bolsas européias operam em baixa esta manhã, na mesma direção dos índices futuros de Nova York, que estão especialmente pressionados pelo alerta de resultado feito ontem pela Lucent Technologies. O alerta da Lucent prejudica o desempenho da companhia francesa Alcatel. A divulgação do resultado de vendas abaixo das estimativas, ontem, pela norte-americana do alumínio Alcoa também prejudica o sentimento dos investidores europeus, causando ceticismo em relação à temporada de balanços nos EUA. "Os investidores não devem acreditar que haverá expansão dos lucros a partir deste momento, tendo em vista a desaceleração econômica global. Setores cíclicos estão particularmente expostos a tal desaquecimento", disseram estrategistas para ações européias da Standard & Poor's. Às 8h52 (de Brasília), o índice FT-100, de Londres, caía 0,17%; o índice CAC-40, de Paris, operava em baixa de 0,59%; e o Xetra-DAX, de Frankfurt, recuava 0,66%. As ações da Alcatel, a companhia francesa fabricante de equipamentos de telecomunicações que concordou adquirir a Lucent por US$ 13,4 bilhões recentemente, caíram até 6% em Paris. Paralelamente, a Alcatel reportou aumento de 7,5% em suas receitas, para 38 bilhões de euros, e margem operacional de cerca de 8% no trimestre. Os papéis da Ericsson, concorrente da Alcatel, cederam 3,9%. Ainda no setor de telecomunicações, os papéis da Vodafone caíram 1,7%, com revisão em baixa de sua recomendação palo UBS, de compra para neutro. A corretora disse que a empresa continuará mostrando queda em sua receita no primeiro trimestre. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.