Bolsas européias fecham em alta

As bolsas européias fecharam em alta nesta segunda-feira. Alcatel foi o principal destaque do dia, subindo 4,8% em Paris depois de concordar em comprar a Lucent Technologies por US$ 13,45 bilhões em ações. A executiva-chefe da Lucent, Patricia Russo, vai comandar a nova empresa, enquanto o chairman e executivo-chefe da Alcatel, Serge Tchuruk, vai se tornar chairman não-executivo. A Alcatel disse ainda que está negociando a possível aquisição de uma fatia maior na fabricante de satélites Thales, que por sua vez estuda uma proposta separada feita pela EADS. Thales subiu 1,6% e EADS, controladora da Airbus, ganhou 0,7%. Ainda em Paris, EDF, elevada pelo UBS para comprar, subiu 4%. Nos últimos cinco pregões, o papel acumula valorização de 18%. O índice CAC-40 fechou em alta de 34,41 pontos, ou 0,66%, para 5.255,26 pontos. Na bolsa de Frankfurt, o índice Dax avançou 53,97 pontos, ou 0,90%, para 6.024,05 pontos, rompendo o nível de seis mil pontos pela primeira vez desde 2001. Segundo um operador, esse forte fechamento pode sinalizar outro ganho de 100 ou 200 pontos nesta semana. As ações da Volkswagen subiram 2,7%, com a divulgação de números positivos sobre vendas de veículos nos EUA no primeiro trimestre. A fabricante de pneus Continental ganhou 2,3%, atingindo o maior nível em um ano, depois de ter concordado em comprar a divisão de aparelhos eletrônicos automotivos da Motorola por cerca de US$ 1 bilhão em dinheiro. Em Londres, onde o índice FT-100 subiu 59,70 pontos, ou 1,00%, fechando aos 6.024,30 pontos, o principal destaque foram as mineradoras. BHP Billiton disparou 6,4% depois de afirmar que vai retornar mais dinheiro para os acionistas por meio da elevação do seu programa de recompra de ações para US$ 1,6 bilhão. Rio Tinto (+4,5%), Anglo American (+3,2%), Antofagasta (+2,3%) e Kazakhmys (+3,6%) fecharam em alta, beneficiadas pelo aumento dos preços dos metais. O petróleo caro ajudou as ações da BP (+2%), Royal Dutch Shell (+1,3%) e Cairn Energy (+3,2%). BG Group subiu 1,3% depois de afirmar que espera superar as expectativas do mercado no primeiro trimestre por causa do forte desempenho de sua divisão de gás natural liquefeito. A bolsa de Milão fechou com o índice S&P/Mib em alta de 352 pontos, ou 0,93%, aos 38.280 pontos. Em Madri, o índice Ibex-35 terminou em alta de 65,70 pontos, ou 0,55%, aos 11.920,00 pontos. Os investidores estão apostando em setores mais voláteis, especialmente de construção. A bolsa de Lisboa fechou com o índice PSI-20 em alta de 10,71 pontos, ou 0,10%, aos 10.273,27 pontos. As ações da Portugal Telecom avançaram 1,4%. De acordo com um representante da Comissão Européia, a instituição deverá tomar amanhã uma medida legal contra Lisboa sobre a "golden share" de Portugal na empresa. Essa fatia permite ao governo português bloquear ofertas de compra feitas por outras companhias. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.