Bolsas europeias fecham em alta após leilão de bônus

Índice pan-europeu Stoxx 600 fechou em alta de 2,42 pontos, ou 0,85%, a 286,48 pontos

Gustavo Nicoletta, da Agência Estado,

18 de janeiro de 2011 | 15h56

Os principais índices do mercado de ações da Europa fecharam em alta, impulsionados pela divulgação de indicadores positivos e por leilões de dívida de Espanha e Grécia que tiveram resultados relativamente positivos para os dois países. A atenção dos investidores, no entanto, ainda está voltada para a reunião das autoridades econômicas da União Europeia.

"Aparentemente os investidores estão começando a digerir com mais tranquilidade a possibilidade de a Linha de Estabilidade Financeira Europeia (EFSF, em inglês) não ser ampliada", disseram analistas do City Index.

Hoje, o Tesouro espanhol vendeu 5,539 bilhões de euros em títulos de 12 e 18 meses. No caso da Grécia, a Agência de Gerenciamento de Dívida Pública da Grécia vendeu 650 milhões de euros em títulos de 13 semanas.

Entre os indicadores divulgados hoje, o índice de atividade industrial Empire State, do Federal Reserve de Nova York, subiu para 11,92 em janeiro, de 9,89 em dezembro. Os economistas ouvidos pela Dow Jones esperavam uma leitura de 12. Na Europa, O índice ZEW de expectativa econômica cresceu pelo terceiro mês consecutivo, para 15,4 pontos, de 4,3 pontos em dezembro. O resultado superou a previsão dos economistas, que era de 8,0 pontos.

O índice pan-europeu Stoxx 600 fechou em alta de 2,42 pontos, ou 0,85%, a 286,48 pontos. Na Bolsa de Londres, o índice FTSE 100 subiu 70,73 pontos, ou 1,18%, para 6.056,43 pontos. O CAC 40, em Paris, avançou 37,27 pontos, ou 0,94%, para 4.012,68 pontos. Na Bolsa de Frankfurt, o Xetra DAX teve ganho de 65,39 pontos, ou 0,92%, para 7.143,45 pontos.

Em Madri, o IBEX fechou em alta de 303,40 pontos, ou 2,95%, a 10.583,40 pontos. O ASE, da Bolsa de Atenas, caiu 15,65 pontos, ou 1,07%, para 1.443,00 pontos.

Entre as ações de destaque na seção, as da SABMiller subiram 1,7%. A companhia divulgou que as vendas do terceiro trimestre fiscal cresceram quase 2% em relação ao mesmo período do ano passado.

As ações da Infineon Technologies fecharam em alta de 5,4% após o Goldman Sachs elevar as estimativas de lucro para empresas de hardware da Europa e afirmar que recomenda "com convicção" a compra dos papéis da Infineon. A STMicroelectronics subiu 5,1% e a ARM Holdings ganhou 4,3%.

A Danone caiu 1,2% depois de o Credit Suisse rebaixar a recomendação dos papéis da companhia para "neutra". As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.