Bolsas europeias fecham em alta puxadas por bancos

Índice pan-europeu Stoxx 600 subiu 1,28 ponto, ou 0,44%, para 290,72 pontos - maior nível de fechamento desde setembro de 2008

Gustavo Nicoletta, da Agência Estado ,

16 de fevereiro de 2011 | 16h19

Os principais índices do mercado de ações da Europa fecharam em alta, impulsionados pelos resultados financeiros positivos divulgados pelo Société Générale, que deram suporte aos papéis de bancos.

O índice pan-europeu Stoxx 600 subiu 1,28 ponto, ou 0,44%, para 290,72 pontos - maior nível de fechamento desde setembro de 2008. "O mercado está com um humor muito bom porque os indicadores econômicos surpreenderam positivamente e os resultados corporativos estão bastante satisfatórios", disse Philippe Gijsels, diretor de pesquisas do BNP Paribas Fortis Global Markets.

Na Bolsa de Londres, o índice FTSE 100 avançou 48,19 pontos, ou 0,80%, para 6.085,27 pontos. O índice CAC 40, da Bolsa de Paris, fechou em alta de 40,92 pontos, ou 1%, a 4.151,26 pontos. Na Bolsa de Frankfurt, o índice Xetra DAX teve ganho de 14,26 pontos, ou 0,19%, para 7.414,30 pontos. O IBEX, de Madri, subiu 221,60 pontos, ou 2,05%, para 11.047,80 pontos.

As ações de bancos estavam entre os destaques da sessão, impulsionadas pelo balanço do Société Générale. A instituição divulgou que obteve lucro líquido de 874 milhões de euros no quarto trimestre do ano passado, ante lucro de 221 milhões de euros em igual período de 2009, e seus papéis avançaram 4,85% em Paris. BNP Paribas e Crédit Agricole acompanharam, registrando alta de 2,93% e de 4,80%, respectivamente.

Em Madri, as ações do Santander e do BBVA fecharam em alta de aproximadamente 4%, enquanto em Milão o Banco Popolare teve ganho de 5,28%.

No setor farmacêutico, a Sanofi-Aventis subiu 3,51% depois de confirmar que vai comprar a norte-americana Genzyme por US$ 20,1 bilhões. Em Amsterdã, os papéis da Heineken avançaram 3,12% depois de a cervejaria divulgar que seu lucro líquido em 2010 cresceu 41%, para 1,44 bilhão de euros, na comparação com o ano passado, em parte por causa de cortes nos custos.

A mineradora BHP Billiton caiu 1,44% em Londres. A companhia divulgou ontem que seu lucro no primeiro semestre fiscal aumentou 72% na comparação com igual período do ano anterior. O resultado veio em linha com as estimativas do mercado.

Em Frankfurt, a Daimler anunciou que obteve lucro de 1,14 bilhão de euros no quarto trimestre de 2010, mas o resultado ficou abaixo das expectativas de analistas, que esperavam um lucro de 1,4 bilhão de euros. As ações da companhia fecharam em baixa de 4,36%. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
BolsasEuropabancos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.