Bolsas européias fecham em queda após alerta da Dell

As principais Bolsas européias fecharam em queda. Entre as ações que mais caíram estavam as do setor de tecnologia, depois de um alerta de queda nos lucros da norte-americana Dell e de informes de resultados de algumas empresas importantes. Em Estocolmo, as ações da Ericsson, que divulgou resultados, caíram 2,8%. Na Bolsa de Londres, o índice FT-100 fechou em queda de 51,2 pontos (0,89%), em 5.719,7 pontos, depois de o Escritório Nacional de Estatística do Reino Unido informar que o PIB do país cresceu 0,8% no segundo trimestre (+2,6% no ano), após uma expansão de 0,7% no primeiro trimestre (+2,3% no ano). As ações das mineradoras caíram, em reação à baixa dos preços dos metais (Anglo American -3,62%, Antofagasta -4,77%, BHP Billiton -3,36%, Lonmin -2,01%, Rio Tinto -3,78%, Xstrata -3,47%). As do setor de petróleo também caíram, em dia de volatilidade nos preços do produto (BP -0,88%, Cairn Energy -2,34%, Shell -0,39%). No setor financeiro, as ações do HSBC caíram 0,94%, depois de a instituição anunciar a compra do Grupo Banistmo, do Panamá, por US$ 1,77 bilhão. As da agência de apostas e jogos via internet PartyGaming subiram 10,9%, depois de a empresa divulgar resultados; elas haviam sofrido quedas fortes no começo da semana, em reação a uma ofensiva do governo dos EUA contra as companhias do setor. Na semana, o FT-100 acumulou uma alta de 0,21%. Entre as empresas britânicas que divulgam resultados na próxima semana, os destaques são ReckittBenckiser, BG Group, Carphone Warehouse, Kingfisher, BT Group e Alliance & Leicester. Na Bolsa de Paris, o índice CAC-40 fechou em queda de 46,49 pontos (0,96%), em 4.818,55 pontos. As ações do setor de tecnologia caíram em reação ao alerta de queda nos lucros da Dell (CapGemini -5,27%, STMicroelectronics -3,76%). As da Peugeot-Citroën recuaram 4,31%, depois de rebaixamento de recomendação pelos analistas do Societé Générale. As ações da Danone subiram 0,66%, em meio a rumores de uma possível oferta de aquisição por parte da norte-americana PepsiCo. Na semana, o CAC acumulou uma alta de 0,79%. Na próxima semana, o mercado estará atento aos informes de resultados da STMicroelectronics, na quarta-feira, e da Vivendi Universal e da PPR, na quinta. No mercado de Frankfurt, o índice Xetra-DAX terminou o dia em queda de 94,81 pontos (1,71%), em 5.451,01 pontos. Um operador disse que o movimento de queda se acelerou no fim do pregão, depois da abertura fraca das Bolsas dos EUA. As ações da indústria de semicondutores Infineon caíram 6,84%, em reação a seu informe de resultados; as da Software AG, que também divulgou resultados, subiram 4,52%. Um analista disse que o DAX tem nível de suporte em 5.390 pontos e de resistência em 5.590 pontos. Na próxima semana, o mercado estará atento aos informes de resultados da Schering, na terça-feira, de Siemens, Volkswagen, DaimlerChrysler e Lufthansa na quinta-feira e de Deutsche Postbank e Linde na sexta. Nesta semana, o DAX acumulou uma alta de 0,53%. Em Milão, o índice S&P-Mib encerrou em baixa de 295 pontos (0,82%), em 35.592 pontos. As ações da Lottomatica caíram 5,21%, em meio a preocupações quanto à sua oferta para a aquisição da Gtech; a companhia norte-americana disse hoje que está colaborando com a polícia do Texas em suas investigações sobre práticas irregulares (corrupção ativa) no Brasil e na República Checa. As ações da RCS Mediagroup subiram 5,36%, em reação à saída de seu executivo-chefe. Um operador disse que há uma expectativa positiva em relação ao informe de resultados da Fiat, que sai na próxima segunda-feira; Telecom Italia e Luxottica também divulgam resultados na próxima semana. Nesta semana, o S&P-Mib acumulou uma alta de 0,41%. Na Bolsa de Madri, o índice Ibex-35 fechou em queda de 112,50 pontos (0,98%), em 11.333,90 pontos. As ações da Fadesa, do setor imobiliário, caíram 6,60%, em reação a seu informe de resultados. As da Acerinox, que havia divulgado resultados ontem depois do fechamento, subiram 0,22%. Operadores disseram que na próxima semana o mercado estará atento aos informes de resultados da Telefónica, do Banco Santander-Central Hispano e do Banco Bilbao-Vizcaya-Argentaria. Na semana, o Ibex acumulou uma alta de 0,83%. Na Bolsa de Lisboa, o índice PSI-20 fechou em baixa de 2,35 pontos (0,02%), em 9.453,56 pontos. As ações da Energias de Portugal caíram 1,00% e as da Portugal Telecom recuaram 0,52%. As do Banco Espírito Santo, que divulga resultados na próxima semana, subiram 2,01%. Na semana, o PSI-20 acumulou uma alta de 0,45%. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.