Bolsas européias fecham em queda com tecnologia

As principais Bolsas européias fecharam em queda, pressionadas pelas ações de tecnologia, principalmente pelo alerta de lucro da franco-americana Alcatel-Lucent. As ações das concorrentes Ericsson e Nokia também caíram na Bolsa de Estocolmo. Também no setor, os papéis do grupo de TI anglo-holandês Logica caíram 5,1%, enquanto em Frankfurt, os da SAP subiram 2,1%, após elevação na recomendação, de equalweight para overweight, pelo Morgan Stanley. Londres Na Bolsa de Londres, o índice FT-100 fechou em alta de 9,2 pontos ou 0,15%, em 6.227,6 pontos. Destaque para as ações da Royal Dutch Shell, que subiram 0,6% depois de a companhia aumentar a oferta pela Shell Canada. Os contratos do cobre, ouro e prata subiram, estimulando as ações das mineradoras, como Rio Tinto (3,3%) e Xstrata (1,79%). As quedas foram lideradas pelas ações da empresa de açúcar Tate & Lyle, que despencaram 15,6% após alerta de lucro. Algumas exportadoras também fecharam em queda com a libra esterlina subindo para o nível mais alto dos últimos 14 anos contra o dólar. Os papéis da farmacêutica GlaxoSmithKline perderam 0,78% e os da Rolls Royce caíram 1,16%. No entanto, as ações das redes varejistas limitaram as perdas, com o avanço da Marks & Spencer (1,72%), da Tesco (0,36%) e da WH Smith (5,6%). Paris O índice CAC-40, da Bolsa de Paris, terminou com recuo de 4,71 pontos ou -0,08%, em 5.575,07 pontos. As ações da Alcatel lideraram a queda, recuando 8,5% após alerta de lucro, e os papéis da Suez perderam 1,8%, depois de a candidata do partido socialista à presidência da França Segolène Royal ter afirmado que irá questionar os planos de fusão com a Gaz de France se vencer as eleições. Frankfurt Na Bolsa de Frankfurt, o índice Xetra-DAX encerrou em baixa de 8,38 pontos ou -0,13%, em 6.678,93 pontos. Destaque para as ações da ThyssenKrupp, que caíram 0,9% após a decisão da Corte de Roterdã de rejeitar o pedido para forçar a Arcelor Mittal a vender sua subsidiária Dofasco para a Thyssen. Já os papéis da fabricante de caminhões MAN subiram 2,3% com a decisão de abandonar sua oferta hostil pela concorrente sueca Scania. Madri O índice Ibex-35, da Bolsa de Madri, terminou em alta de 8,9 pontos ou 0,06%, em 14.368,6 pontos. As ações da Endesa subiram 1% na expectativa da reunião de amanhã com investidores para discutir as ofertas pela companhia. Analistas vêem a reunião como uma última tentativa de conseguir uma oferta mais alta pelos compradores. Os papéis da Enagas avançaram 2,5% em antecipação à divulgação dos lucros do quarto trimestre. A elevação da recomendação de compra ajudou as ações da NH Hoteles (1,87%) e da Ferrovial (0,95%). Lisboa Na Bolsa de Lisboa, o índice PSI-20 fechou em queda de 5,93 pontos ou -0,05%, em 11.496,63 pontos. Destaque para as quedas das ações da Portugal Telecom (-0,7%), SonaeCom (-1,5%) e Novabase (-1,6%). Já os papéis da PT Multimedia subiram 0,2% após anunciar o lançamento de seu serviço de triple play (internet de alta velocidade, televisão e telefone), enquanto os da Energias de Portugal avançaram 0,3% com o aumento do preço-alvo pelo Morgan Stanley. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.