Bolsas europeias fecham em queda em dia sem indicadores

Investidores aguardam a divulgação da ata da reunião do FED, que deverá trazer indicações sobre o aforuxamento da política monetária

Agencia Estado

19 de agosto de 2013 | 13h28

As bolsas europeias fecharam em baixa nesta segunda-feira, 19, com perdas mais pronunciadas em Milão e Madri, em dia de agenda de indicadores esvaziada e na expectativa do principal evento da semana, a divulgação pelo Federal Reserve da ata de sua última reunião de política monetária. O documento, que sai na quarta-feira, 21, deverá trazer mais indicações de quando o Fed, como é conhecido o banco central dos EUA, pode começar a desfazer sua política de estímulos econômicos. O índice pan-europeu Stoxx 600 encerrou o dia em queda de 0,52%, a 304,77 pontos.

Dados macroeconômicos publicados nas últimas semanas nos EUA reforçam a percepção de que a economia norte-americana está se recuperando, o que leva um número cada vez maior de participantes do mercado a apostar que o Fed dará início à retirada de estímulos já a partir de setembro. O desmonte deve começar pelo programa de compra de ativos, o chamado relaxamento quantitativo. Nessa operação, a instituição liderada por Ben Bernanke injeta mensalmente US$ 85 bilhões na economia dos EUA via compras de bônus.

Em movimento atribuído a uma correção técnica, o índice FTSE Mib, das principais ações negociadas na Bolsa de Milão, tombou 2,46% hoje, a 17.243,25 pontos. Os bancos, que vinham acumulando ganhos, pesaram nos negócios da Itália, com UniCredit e UBI Banca mostrando perda idêntica de 5,2% e Banca Popolare dell''Emilia Romagna recuando 4,8%.

Em Madri, o índice IBEX 35 registrou queda de 1,86%, a 8.657,10 pontos. No mercado francês, o CAC 40, que reúne os papéis mais líquidos de Paris, recuou 0,97%, a 4.083,98 pontos. O segmento financeiro também mostrou desempenho fraco na França, com perdas de 2,7% do Crédit Agricole, de 2,6% do Société Générale e de 2,2% do BNP Paribas.

Em Londres, o FTSE 100 caiu 0,53%, a 6.465,73 pontos, influenciado por mineradoras como Anglo American (-3,5%) e Vedanta Resources (-2,8%), que acompanharam o declínio nos preços dos metais. Em Frankfurt, a perda do índice DAX, foi mais moderada, de 0,31%, a 8.366,29 pontos. Na capital portuguesa, Lisboa, o PSI 20 teve baixa de 0,94%, terminando a sessão a 5.964,66 pontos. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Bolsas de Valores

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.