Bolsas européias operam de lado; Londres sobe 0,07%

As principais bolsas européias abrem a semana em baixa, mas o movimento não é relevante neste momento, com Londres já em território positivo. Às 8h19 (de Brasília), Frankfurt caía 0,11% e Paris cedia 0,01%. Londres operava em alta de 0,07%. Os setores de mineração e de automóveis lideram as perdas, minimizando o entusiasmo causado pelo resultado da companhia de aviação Ryanair e por informações de fusão no segmento de energia elétrica. O segmento financeiro também opera pressionado por realização de lucros. Papéis como os das mineradoras Rio Tinto e Xstrata devolveram ganhos obtidos recentemente, enquanto os das empresas de automóveis recuavam com a alta recente do petróleo. As ações da Peugeot e da Renault caíram mais de 1%. As ações da irlandesa Ryanair, a maior companhia aérea no segmento de preços populares na Europa, subiram 6,5% mais cedo, depois de a empresa anunciar aumento de 30% em seu lucro líquido, para 47,7 milhões de euros, e prever lucro maior no ano, de 390 milhões de euros. Os papéis de sua concorrente, a EasyJet, subiram 1,9%. Na Alemanha, as ações da companhia de energia elétrica E.On avançaram 1,4%, depois de revelar uma última oferta pela espanhola Endesa, de 38,75 euros por ação. Os papéis da Endesa, por sua vez, caíram 2,6%. As empresas petrolíferas também operam em alta, sustentadas pela British Petroleum, que teve sua recomendação melhorada pelo Goldman Sachs. Os papéis da BP ganharam 1,4%. As informações são das agências internacionais e Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.