Bolsas européias operam em alta pelo 3º dia seguido

As ações de companhias relacionadas ao setor de commodities voltam a sustentar os mercados europeus, pelo terceiro dia consecutivo, acompanhando a apreciação dos metais e do petróleo nesta manhã. Ontem, o petróleo subiu 3,2% para acima de US$ 63,00 o barril na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex). Às 8h58 (de Brasília), o índice FT-100, de Londres, subia 0,63%, com as ações das maiores petrolíferas, como BP (+1,6%) e Royal Dutch Shell (+1,3%), e das mineradoras BHP Billiton e Rio Tinto, liderando o movimento. O ABN Amro, o Deutsche Bank e o Goldman, Sachs & Co aconselharam seus clientes a adquirir papéis de mineradoras, aproveitando o reduzido nível de preços, depois das perdas recentes. O índice Xetra-DAX, de Frankfurt, operava em alta de 0,06%; o índice CAC-40, de Paris, registrava alta de 0,19%. As ações das empresas automotivas também concentravam atenção, em conseqüência da feira de automóveis de Paris. Os papéis da francesa Renault subiram 1,3%. Rick Wagoner, chairman e diretor-executivo da General Motors, disse durante o evento que as negociações para adesão à aliança Renault-Nissan poderão estender-se para além do prazo de meados de outubro. As ações da Volkswagen subiram 0,3%. No setor de serviços financeiros, as ações do grupo Royal & Sun Alliance subiram 3,1%. A companhia irá vender suas operações norte-americanas por US$ 300 milhões. As ações da Endesa caíram mais de 1% nesta manhã, ajudando a reduzir o ritmo no mercado de ações espanhol, devolvendo uma pequena parte da alta de 18% dos últimos dois dias. O conselho da empresa deve recomendar a oferta de compra da empresa alemã E.ON, que ontem elevou sua proposta para US$ 47,1 bilhões, informou o The Wall Street Journal. As informações são da Dow Jones.

Agencia Estado,

28 de setembro de 2006 | 09h04

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.