Bolsas européias operam em baixa moderada

As principais bolsas européias iniciaram o dia em baixa, mas o movimento não é exagerado, refletindo a cautela dos investidores antes da divulgação do relatório de fevereiro sobre o mercado de trabalho norte-americano. O dado é considerado uma referência importante da saúde da economia dos EUA, portanto, com potencial interferência nas decisões de política monetária do banco central (Fed). Os mercados estão preparados para um dado mais fraco para a criação de vagas de trabalho em fevereiro e os economistas acreditam que os maiores riscos pendem para este lado. Às 8h31 (de Brasília), a Bolsa de Londres caía 0,34%; Frankfurt cedia 0,50% e a Bolsa de Paris operava em baixa de 0,70%. A pressão reflete também a decepção dos participantes com as projeções de resultado feitas pela EADS, controladora da Airbus, e observações desfavoráveis para o setor farmacêutico. As ações da EADS caíram 1,9% mais cedo, depois de informar que seu lucro em 2007 pode ficar estável em comparação a 2006, quando caiu 94%, para 99 milhões de euros. A queda era esperada. A média das estimativas dos analistas consultados pela Dow Jones Newswires indicava lucro próximo de 39 milhões de euros para o período. As informações são das agências internacionais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.