Bolsas europeias sobem à espera de balanços positivos

Índice pan-europeu Stoxx 600 fechou em alta de 0,73 ponto porcentual, ou 0,26%, a 281,99 pontos

Gustavo Nicoletta, da Agência Estado,

24 de janeiro de 2011 | 16h47

Os principais índices do mercado de ações da Europa fecharam em alta, impulsionados pelo resultado financeiro positivo do McDonald''s, que gerou a expectativa de divulgação de balanços igualmente fortes por outras grandes empresas nesta semana. O índice pan-europeu Stoxx 600 fechou em alta de 0,73 ponto porcentual, ou 0,26%, a 281,99 pontos.

O McDonald''s afirmou que seu lucro no quarto trimestre de 2010 cresceu 2,1% na comparação com igual período do ano anterior. As vendas globais da companhia tiveram aumento de 5% na mesma base de comparação. Nos próximos dias, devem ser divulgados os resultados de outros 11 componentes do índice acionário Dow Jones, além dos balanços de grandes companhias europeias, como Siemens, Novartis e AstraZeneca.

Segundo Philippe Gijsels, diretor de pesquisas do BNP Paribas Fortis Global Markets, o movimento do mercado hoje mostra que os investidores estão abandonando ações com maior exposição aos mercados emergentes e aplicando em papéis defensivos.

Na Bolsa de Londres, o índice FTSE 100 subiu 47,60 pontos, ou 0,81%, para 5.943,85 pontos. O CAC 40, de Paris, avançou 15,76 pontos, ou 0,39%, para 4.033,21 pontos. Na Bolsa de Frankfurt, o Xetra DAX teve ganho de 5,35 pontos, ou 0,08%, e fechou a 7.067,77 pontos. O IBEX, de Madri, caiu 13,70, ou 0,13%, para 10.815,40 pontos.

Em Dublin, o índice ISEQ subiu 47,82 pontos, ou 1,68%, para 2.893,37 pontos. No fim de semana, o Partido Verde, que fazia parte do governo da Irlanda, anunciou seu desligamento do gabinete, mas assumiu o compromisso de aprovar um projeto de lei que permitirá ao país continuar recebendo o auxílio do Fundo Monetário Internacional (FMI).

Em Moscou, o índice Micex caiu cerca de 1,5% após uma explosão no aeroporto mais movimentado da Rússia, o Domodedovo, em Moscou, ter matado pelo menos 35 pessoas e deixado outras 130 feridas.

Entre as ações de destaque da sessão, os papéis da Compagnie de Saint-Gobain, em Paris, fecharam em alta de 2,7%, a 42,72 euros. O UBS elevou o preço-alvo das ações da companhia para 50 euros, de 37 euros, e reiterou a recomendação de compra.

Em Amsterdã, a Philips recuou 5,5% depois de anunciar que seu lucro do quarto trimestre cresceu 84% em relação a um ano antes, para 463 milhões de euros. Analistas, no entanto, esperavam um lucro de 500 milhões de euros.

Entre as montadoras, a Daimler e a BMW fecharam em baixa de 0,5% e de 0,8%, respectivamente. A Fiat teve queda de 2,8% após ter a recomendação de suas ações reduzida para "abaixo da média" pelo Bank of America Merrill Lynch. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
bolsasEuropaMoscou

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.