Bolsas européias sobem com mineradoras e petroleiras

As principais bolsas européias fecharam em alta um dia após o Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos) acalmar os investidores em relação à inflação norte-americana. Destaque para os ganhos das petroleiras e as mineradoras em Londres. Londres Na Bolsa de Londres, o índice FT-100 encerrou com ganho de 79,1 pontos ou 1,28%, em 6.282,2 pontos. As petroleiras registraram fortes avanços com balanços positivos e alta dos preços do petróleo. As ações da Royal Dutch Shell subiram 1,9% após a companhia anunciar crescimento de 21% nos lucros do quarto trimestre para US$ 5,28 bilhões e os papéis da BP avançaram 0,7% com o anúncio da venda da refinaria de Coryton, em Essex (Inglaterra) para a suíça Petroplus por US$ 1,4 bilhão. Destaque também para as mineradoras: as ações da Rio Tinto ganharam 1,3% após anunciar crescimento de 42,6% nos lucros líquidos de 2006, para US$ 7,44 bilhões, enquanto os papéis da Xstrata tiveram expansão de 2,5% numa reação à notícia de que a greve na mina em Sudbury, Ontário (Canadá), foi evitada. No setor farmacêutico, a AstraZeneca subiu 2,2% e a GlaxoSmithKline fechou em +1,5%. Paris O índice CAC-40, da Bolsa de Paris, encerrou com elevação de 53,94 pontos ou 0,96%, em 5.662,25 pontos. A Mittal liderou os ganhos após subir 3% com a alta dos preços do aço. Os papéis da seguradora Axa avançaram 2,6% depois de registrar crescimento no lucro de 2006 de 10%, para 78,8 bilhões de euros (US$ 102,4 bilhões). Frankfurt Na Bolsa de Frankfurt, o índice Xetra-DAX subiu 62,17 pontos ou 0,92%, em 6.851,28 pontos. Os papéis do Deutsche Bank ganharam 0,1% após registrar um lucro líquido no quarto trimestre de 1,8 bilhão de euros (US$ 2,34 bilhões). As ações da companhia de acessórios esportivos Puma avançaram 3,9% com os rumores de compra pela americana VF, controladora da Lee Jeans. Madri O índice Ibex-35, da Bolsa de Madri, fechou em alta de 18,3 pontos ou 0,13%, em 14.571,5 pontos, após bater a máxima intraday de 14.656,9 pontos e reduzir a alta com realização de lucros. Os papéis da Endesa fecharam em queda de 0,4% em uma negociação volátil com os rumores de que a Gas Natural pode retirar sua oferta. As ações da Iberia caíram 1,9% com o rebaixamento de um broker. Os papéis do BBVA avançaram 1,4%. Lisboa Na Bolsa de Lisboa, o índice PSI-20 avançou 61,53 pontos ou 0,53%, em 11.626,59 pontos. Os papéis do Banco Espírito Santo subiram 0,5% após o banco anunciar um aumento de 50% no lucro líquido, para 420,7 milhões de euros (US$ 546.68). Destaque para as altas do grupo Jerônimo Martins, cujas ações ganharam 4%, e da Energias de Portugal, que avançou 0,78%. Os papéis da Sonaecom ganharam 1,2% e os da Portugal Telecom subiram 0,7%. As ações do Banco Comercial Português recuaram 0,4% com realização de lucros após ganhos significativos dos últimos pregões. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.