Bolsas européias sobem com mineradoras e tecnologia

As principais bolsas européias fecharam em alta nesta quarta-feira, lideradas por companhias que se beneficiaram do aumento dos preços de commodities e por ações cíclicas, como as do setor de tecnologia. Os mercados também foram ajudados pelos ganhos registrados em Wall Street ontem, num ambiente de forte queda do juro dos títulos do Tesouro dos Estados Unidos. A Bolsa de Londres, por exemplo, encerrou com o índice FT-100 em alta de 14,50 pontos, ou 0,24%, aos 5.965,10 pontos, depois de atingir a marca de 5.980,50 pontos, a maior desde junho de 2001. Os principais destaques foram mineradoras (Antofagasta +5,14%, BHP Billiton +3,98%, Rio Tinto +3,92%) e petrolíferas (BP +2,15%). As ações de tecnologia foram beneficiadas pelo ganho de mais de 2% do índice de semicondutores da Filadélfia (STMicroelectronics +1,18%, Infineon +2,37%). Em Frankfurt, os papéis da BMW avançaram 2%, após a companhia afirmar que tem como meta um lucro antes de impostos de 4 bilhões de euros para este ano. A fabricante de automóveis obteve no ano passado lucro antes de impostos de 3,29 bilhões de euros. Ainda em Frankfurt, Schwarz Pharma cedeu 2,9%, com realização de lucros. O índice Dax avançou 27,60 pontos, ou 0,47%, aos 5.898,48 pontos. A Bolsa de Paris terminou com o índice CAC-40 em 10,77 pontos, ou +0,21%, aos 5.127,93 pontos, a quinta valorização consecutiva. Société Generale subiu 2,2%, com especulações sobre consolidação no setor bancário francês. Peugeot ganhou também 2,2% e está no maior nível em dois meses. AGF avançou 1,8%, ainda beneficiada pelos resultados favoráveis referentes a 2005. Em Milão, o índice S&P/Mib fechou em alta de 148 pontos, ou 0,39%, aos 38.491 pontos, com os bancos novamente em primeiro plano. Enel cedeu 0,2%, com os investidores à espera de novos sinais sobre as intenções da companhia para com a francesa Suez. A Bolsa de Madri encerrou com o índice Ibex-35 em alta de 10,70 pontos, ou 0,09%, aos 11.845,70 pontos. Telefónica Móvil liderou os ganhos, subindo 4,2%, com rumores de que a Telefónica irá comprar a participação de acionistas minoritários na empresa. A Bolsa de Lisboa fechou com o índice PSI-20 em 209,68 pontos, ou +2,11%, aos 10.146,09 pontos. As ações da Portugal Telecom subiram 0,4%. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.