Bolsas européias sobem com notícias corporativas

As bolsas européias operam em leve alta nesta manhã, ajudadas por empresas de telecomunicações, como Deutsche Telekom, de fabricantes de automóveis e varejistas. Os ganhos são limitados pelas quedas dos papéis da EADS e da Pernod Ricard. Em Londres, as varejistas eram beneficiadas por uma atualização positiva de resultados feita pela William Morrison, cujos papéis avançavam mais de 6%. O crescimento de 5,9% das vendas no período de oito semanas iniciado em 23 de julho impressionou os analistas, que previam um aumento em torno de 4,5%. Reuters ganhava 2,5%, depois de o Morgan Stanley afirmar que a previsão de crescimento de 5% a 6% da receita, anunciada pela empresa, pode ser conservadora. Mineradoras também têm bom desempenho no mercado londrino, com destaque para Anglo American, que ganhava quase 4% com rumores de que uma mineradora chinesa estaria interessada em comprar uma fatia de 2,99% no grupo. Em Frankfurt, Deutsche Telekom subia 2,5%, com reportagens informando que a empresa de private equity Blackstone quer a renúncia do executivo-chefe da companhia. Na França, EADS perdia 2,4%, após dizer que o programa A380, de sua controlada Airbus, vai sofrer novos atrasos. As ações do grupo já haviam ficado sob pressão ontem, quando circularam rumores sobre isso. Pernod Ricard perdia 3,4%. Apesar de ter divulgado aumento do lucro líquido trimestral para 639 milhões de euros, de 484 milhões de euros de igual período do ano passado, o resultado ficou abaixo do esperado por analistas. Outro setor de destaque na Europa esta manhã é o farmacêutico. As ações da suíça Serono avançavam 18% com a notícia de que a Merck concordou em comprar uma fatia de 64,5% na companhia por US$ 13,28 bilhões. A fatia estava sob controle da família Bertarelli, fundadora da empresa. GlaxoSmithKline cedia 0,5% e AstraZeneca recuava 0,3%. Às 9h34 (de Brasília), o índice FT-100, da Bolsa de Londres, subia 0,47%. Em Frankfurt, o índice Dax ganhava 0,27% e na Bolsa de Paris o CAC-40 subia 0,44%. As informações são da Dow Jones e de outras agências internacionais.

Agencia Estado,

21 de setembro de 2006 | 09h35

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.