Bolsas europeias têm baixo volume; Londres sobe

As bolsas europeias que operaram hoje enfrentaram uma sessão encurtada em razão do feriado de Natal, com volume muito baixo de negócios e poucos fatores de direção para os mercados. A atividade também foi fraca no mercado de câmbio, onde o euro não conseguiu manter os ganhos do início do dia, e no de metais.

DANIELLE CHAVES, Agencia Estado

24 de dezembro de 2010 | 12h33

A Bolsa de Londres fechou em alta de 0,21%, aos 6.008,92 pontos, depois de passar toda a sessão em território negativo. Apesar dos ganhos, operadores observaram que o rali verificado ontem e especialmente o fechamento positivo de hoje ocorreram em meio a volumes muito baixos de negociação, portanto, ainda é preciso esperar para ver se o avanço será mantido após os feriados de fim de ano.

A maior parte das ações de mineradoras fechou em queda, com destaque para Randgold Resources, que perdeu 4,3% após a empresa afirmar, ontem, que as crescentes tensões na Costa do Marfim e atrasos na produção no Mali terão impacto negativo sobre seu desempenho no quarto trimestre e nos resultados de todo o ano. A African Barrick Gold recuou 1,2% e Eurasian Natural Resources perdeu 0,9%. Na ponta positiva, as varejistas Next e Kingfisher subiram 2% e 1,3%, respectivamente.

Paris fechou em queda de 0,28%, aos 3.900,39 pontos. O setor automotivo foi o mais prejudicado, com a Peugeot encerrando em baixa de 2,5% e a Renault recuando 2,3%, depois de avançarem no começo da semana. Empresas de produtos de consumo tiveram um desempenho melhor. A LVMH subiu 0,5% e Danone teve alta de 0,3%.

A Bolsa de Lisboa subiu 0,04%, para 7.858,04 pontos, apesar de o rating soberano de Portugal ter sido rebaixado ontem pela agência de classificação de risco Fitch, de AA- para A+. Os mercados em Frankfurt e Madri permaneceram fechados hoje. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
EuropabolsasNatal

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.