Bolsas na Ásia e Pacífico fecham sem direção única

Xangai Composto registrou alta de 0,1%, com investidores de olho na possibilidade de Pequim adotar novas medidas de estímulos

Sergio Caldas, da Agência Estado,

16 de maio de 2014 | 08h26

As bolsas na região da Ásia e do Pacífico fecharam sem direção única, com o principal mercado chinês mostrando ligeiro avanço e os de Hong Kong e Austrália pressionados pelo desempenho negativo das ações em Nova York em pregões recentes.

O principal índice acionário da China, o Xangai Composto, registrou modesta alta de 0,1%, a 2.025,50 pontos, enquanto os investidores ponderaram a possibilidade de Pequim adotar novas medidas de estímulos e a retomada de ofertas públicas iniciais (IPOs) de ações. O volume de negócios caiu a 51,6 bilhões de yuans (US$ 8,3 bilhões), o menor nível desde 20 de janeiro, quando totalizou 48,3 bilhões de yuans.

O índice Shenzhen Composto, que acompanha empresas de menor porte, recuou 0,3%, a 1.019,36 pontos.

"O índice de Xangai deverá permanecer acima de 2 mil pontos antes do reinício dos IPOs, que é esperado para as próximas semanas", comentou Deng Wenyuan, analista da Soochow Securities. Ainda não se sabe quantos IPOs serão lançados e em qual velocidade, comentou Deng.

Outros economistas acreditam que as ações chinesas devem operar dentro de uma faixa estreita no curto prazo e que não há motivo para pessimismo, visto que Pequim recentemente revelou planos de reestruturar os mercados de capitais, ampliando sua transparência e garantindo maior acesso aos investidores.

Em Hong Kong, o índice Hang Seng encerrou o dia praticamente estável, com queda marginal de 0,08%, a 22.712,91 pontos, influenciado pelas perdas das bolsas de Nova York nos dois últimos dias. Na Oceania, o fraco desempenho de Wall Street também pesou sobre a Bolsa de Sydney. O S&P/ASX 200, índice das ações mais negociadas no mercado australiano, recuou 0,6%, a 5.479 pontos, pressionado por mineradoras como BHP Billiton (-0,47%) e Rio Tinto (-1,37%).

Entre outros mercados menores da Ásia, o índice sul-coreano Kospi, da Bolsa de Seul, subiu 0,16%, terminando a sessão na máxima intraday de 2.013,44 pontos, enquanto o Straits Times, de Cingapura, caiu 0,30%, a 3.262,59 pontos, o índice Taiex, da bolsa taiwanesa, teve ganho de 0,1%, a 8.888,45 pontos, e o filipino PSEi, da Bolsa de Manila, cedeu 0,5%, a 6.817,71 pontos. Com informações da Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Ásiabolsas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.