Bolsas nova-iorquinas terminam o dia em queda

O mercado norte-americano de ações fechou em queda, com os investidores mostrando preocupação com os testes de mísseis feitos pela Coréia do Norte e com a perspectiva da política monetária do Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA). Das 30 componentes do índice Dow Jones, 23 fecharam em queda. Além do noticiário sobre os testes de mísseis norte-coreanos e as reações dos EUA e de seus aliados, o mercado de ações reagiu ao relatório da Automated Data Systems & Macroeconomic Advisors, que prevê um crescimento forte no número de postos de trabalho criados nos EUA em junho. O indicador oficial - chamado "payroll" - será divulgado pelo Departamento do Trabalho na manhã desta sexta-feira. "Os fogos de artifício da Coréia do Norte nos levou a colocar as preocupações geopolíticas no centro das atenções, e o relatório ADP/MA também pode ter desempenhado um papel. Preocupações geopolíticas e com taxas de juro não são uma combinação boa para um mercado que está saindo de um segundo trimestre difícil", comentou Tom Galvin, do US Trust. Entre as componentes do Dow Jones, as ações da Microsoft caíram 1,48%, depois de um tribunal da Coréia do Sul rejeitar pedido de liminar contra as sanções impostas à empresa pela autoridade sul-coreana de regulamentação da concorrência; outro fator foi a decisão unânime, anunciada segunda-feira pelos 25 países da União Européia, de elevar as multas impostas à companhia por violação das leis antitruste. As ações da Hewlett-Packard subiram 0,80%, pois a empresa, em aliança com a British Telecom, conseguiu um contrato para renovar a rede de computadores da Aker Kvaerner, da Noruega. No setor de semicondutores, as ações da Marvell Technology caíram 7,9%, com a revelação da empresa de que está sendo investigada por sua prática de concessão de opções a executivos. O índice Dow Jones fechou em queda de 76,20 pontos (0,68%), em 11.151,82 pontos. A mínima foi em 11.123,32 pontos e a máxima em 11.225,06 pontos. O Nasdaq fechou em queda de 37,09 pontos (1,69%), em 2.153,34 pontos, com mínima em 2.147,12 pontos e máxima em 2.190,43 pontos. O Standard & Poor's-500 caiu 9,28 pontos (0,72%), para 1.270,91 pontos. O NYSE Composite caiu 77,57 pontos (0,94%), para 8.163,94 pontos. O volume negociado na NYSE alcançou 1,522 bilhão de ações, de 769,2 milhões no pregão abreviado da segunda-feira; 911 ações subiram, 2.449 caíram e 123 fecharam nos mesmos níveis da segunda-feira. No Nasdaq, o volume alcançou 1,578 bilhão de ações negociadas, de 773,8 milhões na segunda-feira, com 964 ações fechando em alta e 2.084 em queda. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.