Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Bônus 2041 da Braskem sobem mais de 1% no mercado secundário

Os bônus ofereceram aos investidores uma taxa de retorno (yield) de 7,25% na emissão e um cupom (juro nominal) de 7,125%.

Cynthia Decloedt, da Agência Estado ,

20 de julho de 2011 | 11h11

Os bônus com vencimento em 30 anos da Braskem, emitidos ontem, estão sendo cotados acima do preço de lançamento no mercado secundário. Normalmente, a elevação dos preços no secundário sinaliza demanda. Na colocação, o volume de ofertas feitas superou em seis vezes o tamanho da colocação, de US$ 500 milhões, segundo disseram fontes.

De acordo com uma fonte do mercado secundário, próximo às 10h35, o bônus da Braskem era cotado a 99,45 na compra e 99,75 na venda, cerca de 1,3% acima do preço de lançamento de 98,479.

Os bônus ofereceram aos investidores uma taxa de retorno (yield) de 7,25% na emissão e um cupom (juro nominal) de 7,125%. Os papéis vencem em 2041.

Tudo o que sabemos sobre:
Braskembônusemissão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.