Bovespa abre em alta com otimismo externo

Nos Estados Unidos, os principais índices da Bolsa de Nova York sobem: Dow Jones tem alta de 0,26%, Nasdaq avança 0,31% e o S&P 500 sobe 0,27%

Agência Estado

17 de fevereiro de 2010 | 16h55

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) abriu nesta quarta-feira, 17, em forte alta após o feriado prolongado de Carnaval, no qual o mercado brasileiro ficou fechado. Além dos dias em que não houve operação, fazendo com que os investidores tentem refazer posições, o dia de hoje é de otimismo no mercado global, com avanços nas principais praças. Às 16h59, o índice Bovespa (Ibovespa) subia 2,36%, aos 67.411 pontos.

No exterior, avanços eram vistos nos principais índices da Bolsa de Nova York (o Dow Jones ganhava 0,26%, o Nasdaq avançava 0,31% e o S&P 500 subia 0,27%). A percepção de que o quadro na Grécia está relativamente sob controle e que nações europeias centrais se esforçam para tentar dissipar a eclosão de uma crise maior no país mediterrâneo influenciam nos negócios.

Os dados divulgados nos Estados Unidos nesta manhã mostraram que as obras iniciadas em janeiro cresceram 2,8%. O resultado apontou o melhor desempenho em seis meses, mas ficou abaixo da alta de 5,9% prevista pelos economistas, enquanto o dado de permissões para novas obras - um indicador de tendência para o setor - caiu 4,9%. Outro dado mostrou que os preços das importações subiram pelo sexto mês consecutivo, fechando janeiro com alta de 1,4%. O aumento superou a variação de 1% projetada pelos economistas, com os preços dos combustíveis despontando como os grandes vilões do mês. A produção industrial nos EUA subiu 0,9% em janeiro, acima do consenso de alta de 0,8%. O crescimento da produção em dezembro foi revisado para 0,7%, de 0,6% informado originalmente.

Enquanto repercute o rumo externo durante o feriado, notícias sobre a disputa da Cimpor também devem direcionar as companhias envolvidas na batalha do cimento. A Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), órgão regulador da Bolsa de Valores portuguesa, prorrogou para 22 de fevereiro o prazo da oferta de aquisição de ações (OPA) da Cimpor pela Companhia Siderúrgica Nacional (CSN). A data inicialmente prevista era até hoje, mas foi estendida depois que a CSN modificou as condições da oferta na sexta-feira, aumentando o valor a ser pago de 5,75 euros para 6,18 euros.

 

(Matéria atualizada às 16h59)

Tudo o que sabemos sobre:
bolsas, Bovespa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.