Bovespa abre em alta em busca de recuperação

Às 11h07 (horário de Brasília), o índice Bovespa (Ibovespa) avançava 0,65%, aos 70.315 pontos

Olívia Bulla, da Agência Estado,

20 de outubro de 2010 | 11h11

Depois de recuar da marca dos 71 mil pontos para os 69 mil pontos na sessão de ontem, registrando a maior queda porcentual desde junho, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) abriu o dia em alta, em busca de recuperação. O mercado brasileiro se apoia no exterior, onde as bolsas também sobem. A procura por pechinchas, após o tombo de ontem das ações, deve beneficiar o movimento. Apesar dos mercados ainda estarem abalados pelo inesperado aperto nos juros chineses, as atenções recaem para a safra de balanços nos EUA e para a avaliação do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) sobre as condições econômicas. Às 11h07 (horário de Brasília), o índice Bovespa (Ibovespa) avançava 0,65%, aos 70.315 pontos.

A piora dos negócios ontem nos momentos finais do pregão, tanto em São Paulo quanto em Nova York, esteve ligada à ruptura de níveis gráficos importantes, o que disparou ordens de venda. Segundo análise técnica do Itaú Securities, apesar da queda de ontem o Ibovespa segue em tendência de alta no curto e no médio prazo, com a sequência do movimento de realização de lucros encontrando suportes fortes em 69,6 mil e 69,3 mil pontos.

Já as compras tendem a ser renovadas assim que a marca dos 72 mil pontos for novamente superada. Para operadores, a recuperação do Ibovespa nos próximos dias estará ligada ao desempenho das bolsas em Wall Street. No exterior, o fato mais relevante para o dia é a divulgação do Livro Bege, às 16 horas. Analistas aguardam, no documento elaborado pelo Fed, detalhes capazes de reforçar as apostas de um afrouxamento monetário adicional nos EUA. Os agentes também acompanham a temporada de balanços, que traz hoje os números trimestrais dos bancos Morgan Stanley e Wells Fargo, além das companhias aéreas American Airlines e Boeing.

No Brasil, a Natura divulga hoje, após o fechamento da Bolsa. Com o foco também voltado para a corrida presidencial, o Ibope e a CNT/Sensus adiaram para amanhã a divulgação de suas mais recente pesquisas de intenções de votos para os candidatos Dilma Rousseff (PT) e José Serra (PDB). Os levantamentos seriam anunciados hoje.

Tudo o que sabemos sobre:
açõesBovespaexterior

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.