Bovespa abre em alta em busca de recuperação

Bolsa tenta se afastar dos 62 mil pontos e de uma nova pontuação mínima no ano

Olívia Bulla, da Agência Estado,

19 de maio de 2011 | 10h20

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) abriu o dia em alta, na tentativa de se afastar dos 62 mil pontos e de uma nova pontuação mínima no ano. Apesar de ter se mostrado alheia às bolsas de Nova York nos últimos dias, o sinal positivo vindo do mercado internacional pode estimular os negócios locais. No entanto, a alta volatilidade deve seguir ditando o tom do pregão, com os investidores em busca de oportunidades de curto prazo. Às 10h34 (horário de Brasília), o índice Bovespa (Ibovespa) subia 0,41%, aos 63.098 mil pontos.

A equipe de analistas do BB Investimentos avalia, em relatório, que as incertezas sobre o cenário mundial têm deixando os investidores mais sensíveis, dando preferência por operar mais voltados para ganhos no curtíssimo prazo na Bolsa. Operadores das mesas de renda variável acrescentam que a pressão vendedora acentua-se nas horas finais de pregão, com clara sinalização de capital estrangeiro e menor disposição para posicionamentos mais alavancados.

"O Ibovespa tem respeitado sua resistência em torno dos 64 mil pontos e ainda está em tendência de baixa (bear market), mas com forte suporte em torno dos 61 mil pontos, piso que marcaria um divisor de águas", comentam os analistas capitaneados pelo estrategista Ney Katayama, do BB Investimentos. Segundo especialistas, os acanhados fluxos em dias de alta da Bolsa são insuficientes para romper o canal de baixa em que se encontra desde o fim do mês passado. Mesmo assim, o sentimento de recuperação é majoritário, porém os baixos volumes deixam a situação mais volátil.

Com isso, enquanto o cenário macroeconômico brasileiro e internacional não ficarem menos turvos, a tendência é que a Bovespa siga à espera de notícias que possam estimular os negócios. Por enquanto, o noticiário do dia vem do exterior, principalmente da agenda de indicadores.

Nos Estados Unidos, o número de trabalhadores norte-americanos que entraram pela primeira vez com pedido de auxílio-desemprego caiu 29 mil, para 409 mil, após ajustes sazonais, na semana até 14 de maio. Economistas esperavam queda menor, de 11 mil solicitações. Nesta manhã, ainda serão divulgados o índice de atividade industrial de Filadélfia e os dados de vendas de imóveis residenciais usados em abril.

No Brasil, as ações da Eletrobras podem reagir à declaração do presidente da estatal, José da Costa Carvalho Neto, de que a companhia planeja alcançar em 2015 um lucro líquido de R$ 7 bilhões, o equivalente a 10% do seu patrimônio líquido atual. Em 2010, o lucro da companhia foi de R$ 2,2 bilhões, o que corresponde a 3% do patrimônio hoje. A meta faz parte do plano estratégico da companhia entre 2011 e 2015.

Já as ações das siderúrgicas podem ser influenciadas pela decisão do governo de reduzir temporariamente o Imposto de Importação de 12% para 2% sobre chapas grossas de aço carbono com requisito de resistência à corrosão ácida (que serão utilizadas em um projeto para fornecimento de tubos de condução de gás para ampliação submarina). A redução terá validade até 31 de dezembro deste ano, dentro do limite máximo de 30 mil toneladas.

Tudo o que sabemos sobre:
bolsaBovespaaberturarecuperação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.