Bovespa abre em alta, mas de olho ainda nos EUA

Investidores estarão de olho na agenda econômica norte-americana, que começa a semana com a divulgação da produção industrial

OLÍVIA BULLA, Agencia Estado

16 de setembro de 2013 | 10h25

Em dia de vencimento de opções sobre ações, os mercados financeiros comemoram a desistência do ex-secretário do Tesouro dos Estados Unidos Lawrence Summers para disputar a presidência do Federal Reserve, o que alimenta o apetite por risco e favorece ainda mais o jogo para os "comprados".

A notícia de que o governo federal deve autorizar um aumento de até 8% no preço da gasolina nas refinarias até o dia 21 de outubro também amplia as chances de alta nas ações de Petrobras, após os ganhos na última sessão. Mas a agenda econômica norte-americana já começa a semana com a divulgação da produção industrial, o que deve esquentar as apostas sobre como se dará a retirada dos estímulos monetários do Federal Reserve. Às 10h10, o Ibovespa subia 0,93%, aos 54.295,73 pontos.

Segundo um operador, o "jogo" desta segunda-feira, 16, é dos "comprados" e muitas das posições dos "vendidos" já foram desmontadas na semana passada. Para ele, diante dos fortes ganhos exibidos pelos mercados internacionais, a Bolsa pode tentar reaver o patamar dos 54 mil pontos, visto pela última vez há uma semana, tentando, inclusive, ir um pouco mais além.

No exterior, os índices futuros das Bolsas de Nova York exibiam ganhos ao redor de 1%, sendo que as principais bolsas europeias acompanham o rali. Dos dois lados do Atlântico Norte, os investidores celebram a saída de Larry Summers da disputa para suceder o atual presidente do Fed, Ben Bernanke. No horário acima, o futuro do S&P 500 subia 1,02% e a Bolsa de Frankfurt crescia 0,98%.

A decisão traz alívio diante da perspectiva de uma postura mais dura (hawkish) do ex-secretário do Tesouro dos EUA na condução da política monetária norte-americana, com uma reversão mais agressiva dos estímulos vigentes. Além disso, cresce a possibilidade de que sucessão seja interna, com a atual vice-presidente do Fed, Janet Yellen, assumindo o posto.

Porém, a agenda econômica nos EUA já começa a segunda-feira em ritmo forte, com a divulgação, às 10h15, da produção industrial norte-americana em agosto. Há pouco, o índice de atividade Empire State contrariou a expectativa de alta para 8,5 e caiu a 6,29 em setembro, de 8,24 em agosto.

Tudo o que sabemos sobre:
BovespaEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.