Bovespa abre em alta; rumo depende do fluxo externo

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) abriu em alta nesta segunda-feira. Às 11h15, o Ibovespa, o principal índice da bolsa paulista, subia 0,40%, aos 37.037 pontos. O volume financeiro projetado para o final do dia naquele horário era de R$ 784 milhões. A volatilidade pode continuar dando o tom nos negócios hoje na Bovespa, mas a avaliação entre os analistas ouvidos pela Agência Estado é de que o ajuste maior à possibilidade de um ciclo mais longo de aumento de juro nos Estados Unidos já foi feito. Assim, a expectativa é de que o ritmo de realização de lucros diminua na bolsa paulista. Mas o que vai definir a retomada ou não do caminho de alta da Bovespa é o investidor estrangeiro, que liderou as vendas de ações nos últimos dias. A bolsa encerrou a semana passada com desvalorização de 6%, já considerando-se a recuperação de 1,59% na sexta-feira. Sob a ótica externa, não haveria motivos para a Bovespa abrir em baixa hoje. Tanto nos Estados Unidos como na Europa, as bolsas trabalham em alta nesta segunda-feira, movidas por uma onda de fusões e aquisições. O Nasdaq futuro subia 0,39% e o S&P 500 avançava 0,19% em Nova York. Não está prevista a divulgação de nenhum indicador hoje nos EUA. Mas no decorrer da semana saem vários dados importantes, mas que dificilmente devem alterar a expectativa de elevação do juro norte-americano para a casa dos 5% este ano. Aqui, o principal destaque da agenda da semana é a ata da reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central, que sai na quinta-feira. Por conta da falta de unanimidade na decisão do Copom da semana passada (três diretores votaram por um corte de juro de 1 ponto porcentual da taxa Selic e seis optaram por baixar em 0,75 pp), os operadores vão procurar no documento sinais sobre o tamanho do próximo corte de juro, em abril. Em razão do placar dividido, o mercado já trabalha com um corte de pelo menos 0,75 ponto porcentual.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.