Bovespa abre em baixa; segue cautela com cena externa

O principal índice de ações da Bolsa de Valores de São Paulo, o Ibovespa, abriu em baixa de mais de 1% hoje, chegando a mínima de -1,24% (33.216 pontos) nos primeiros dez minutos de pregão. A expectativa com a reunião do banco central americano (Fed) na próxima semana está reduzindo o volume de negócios na Bolsa paulista. O mercado já precificou uma elevação de 0,25 ponto porcentual na taxa básica de juro nos EUA, mas mantém a cautela até o Fed ratificar essa aposta e conhecer o relatório da reunião. Para o diretor da corretora Ágora Senior, Alvaro Bandeira, mesmo que o comunicado do Fed seja positivo, a melhora do mercado não será definitiva. O receio em relação ao ritmo de crescimento da economia norte-americana deve continuar no topo das preocupações. E os investidores vão esperar a ata da reunião do BC americano, que sai na primeira semana de julho, em busca de sinais mais consistentes sobre o comportamento da inflação e da atividade econômica nos EUA. Enquanto durar essa dúvida, dificilmente o fluxo de capitais para os mercados emergentes será restabelecido. Já são nove pregões seguidos que a Bovespa registrando fuga de capital estrangeiro. No mês, a saída líquida é de R$ 2,204 bilhões. No ano, o déficit atinge R$ 494,823 milhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.