Bovespa abre em queda de 0,66%

Petrobras  ON, Vale ON  e PN puxavam desvalorização do índice, que bateu nos 51.062,23 pontos

Álvaro Campos, da Agência Estado,

28 de abril de 2014 | 11h01

A Bovespa abriu em queda nesta segunda-feira, 28, em meio a uma agenda carregada de indicadores no exterior e de balanços corporativos domésticos nesta semana. Por volta das 10h25 o Ibovespa perdia 0,66%, aos 51.062,23 pontos. As blue chips Petrobras (ON -0,66% e PN -1,19%) e Vale (ON -2,34% e PN -2,44%) operavam em queda.

O Itaú Unibanco e Santander, que divulgam os resultados do primeiro trimestre na terça-feira, 29, perdiam 0,46% e 0,39%, respectivamente. A operadora de telefonia Oi, que deve definir hoje o preço da ação preferencial no âmbito do aumento de capital da companhia, tinha retração de 6,37%.

"Hoje, a agenda é fraca então só resta esperar abrir Nova York, mas a semana vai ser intensa, com Fed e payroll nos Estados Unidos, PMI da China e o balanço da Vale aqui", observa um operador. No horário acima, o índice Dow Jones futuro subia 0,32%, o S&P 500 avançava 0,22% e o Nasdaq ganhava 0,28%.

A arrecadação de impostos e contribuições federais somou R$ 86,621 bilhões no mês passado, segundo dados divulgados hoje pela Receita Federal. Pela primeira vez no ano, a arrecadação não bateu recorde mensal. Houve uma alta real (com correção da inflação pelo IPCA) de 2,50% ante março do ano passado. Em relação a fevereiro deste ano, a arrecadação apresentou uma alta real de 3,24%. O resultado da arrecadação em março ficou dentro do intervalo das previsões dos analistas ouvidos pelo AE Projeções, que ia de R$ 85,5 bilhões a R$ 99,4 bilhões, mas abaixo da mediana, de R$ 88,0 bilhões.

Tudo o que sabemos sobre:
BovespaNY

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.