Bovespa abre monitorando mercado interno

Mercado mira início da rolagem de contratos de swap cambial, anunciada pelo BC e vencimento de opções sobre ações, na segunda-feira

Olívia Bulla, da Agência Estado,

16 de agosto de 2013 | 10h17

A Bovespa tenta voltar a operar mais perto dos mercados internacionais nesta sexta-feira, 16, porém a proximidade do vencimento de opções sobre ações, na segunda-feira, 19, também tende a influenciar o desempenho dos negócios locais. O início da rolagem de contratos de swap cambial, anunciada na quinta-feira, 15, à noite pelo Banco Central, também será observada pelos investidores domésticos, enquanto no exterior a atenção segue voltada para a iminente retirada dos estímulos monetários nos Estados Unidos pelo Federal Reserve. Às 10h05, o Ibovespa tinha alta 0,10%, aos 50.959,51 pontos, na máxima, após abrir em queda 0,13%, aos 50.843 pontos.

Novos indicadores econômicos norte-americanos foram conhecidos já nesta manhã e podem reforçar a expectativa de recuperação da maior economia no mundo. Do lado do emprego, a produtividade da mão de obra subiu 0,9% no segundo trimestre deste ano, acima da previsão de +0,6%. Já no setor de construção civil, as construções de moradias iniciadas avançaram 5,9% em julho, menos que a estimativa de +8,9%.

Os índices futuros das Bolsas de Nova York ficaram praticamente estáveis, após a divulgação desses dados, à espera da leitura preliminar de agosto do índice de sentimento do consumidor norte-americano, às 10h55. No horário acima, o futuro do S&P 500 subia 0,11%. Já as principais bolsas europeias estão no campo negativo, mas com ligeiras perdas: Paris -0,36% e Frankfurt -0,52%.

Internamente, os negócios locais devem ser influenciados também pela rolagem de swap cambial, informada também na quinta-feira, 15, pelo Banco Central. A autoridade monetária já programou para as 10h30 o primeiro leilão com vistas à rolagem de 100,8 mil contratos, equivalentes a US$ 5,04 bilhões, com vencimento em 2 de setembro de 2013. O BC disse também que vai manter a política de intervenções pontuais no câmbio.

Com isso, a Bolsa pode mostrar fôlego mais curto para esticar a sequência de alta, após fechar a sessão de ontem no azul pela sétima vez seguida. Porém, fatores técnicos, como o exercício de opções sobre ações no início da semana que vem, e a segunda prévia da carteira teórica do Ibovespa, válida a partir de setembro, tendem a distorcer o comportamento, aguçando a volatilidade no dia.

Tudo o que sabemos sobre:
BovespaswapBC

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.