Bovespa acelera alta para 3,78%, na máxima do dia

O Índice da Bolsa de Valores de São Paulo acentua seu ganho durante esta tarde. Às 15h10, a Bovespa operava na máxima do dia até o momento, em alta de 3,78%, aos 37.147 pontos. Após fechar em queda por 6 pregões consecutivos, a Bolsa paulista ensaia hoje uma recuperação devido a dados positivos divulgados nos EUA, como a revisão do PIB do país no primeiro trimestre de 2006. Os números sobre inflação contidos no PIB foram mantidos próximos ou nos níveis da projeção anterior de elevação dos preços, o que acalmou um pouco a preocupação do mercado quanto à inflação norte-americana. A Bovespa operou hoje, até o momento, apenas no território positivo. A mínima do dai foi 35.793 pontos, acima do fechamento de ontem, de 35.791 pontos. A previsão de giro financeiro para esta quinta-feira é de R$ 2,59 bilhões. Nos EUA, as Bolsas também operam em alta. Por volta de 15h20, o Dow Jones subia 0,73% e o Nasdaq, 1,04%. E, por aqui, não é apenas na Bolsa que o mercado vem tendo um dia positivo. Por volta do mesmo horário, o dólar comercial operava em queda de 4,71%, para R$ 2,287. No pregão viva-voz da Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), o dólar negociado à vista registrava queda de 4,54%, cotado a R$ 2,291. O contrato de depósito interfinanceiro (DI) com vencimento para janeiro de 2008 (o mais negociado na BM&F), também projetava queda nos juros, para 15,83%, ante 16,65 do fechamento de ontem.

Agencia Estado,

25 de maio de 2006 | 15h26

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.