Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Bovespa acentua queda e opera próxima do piso de 66 mil pontos

Às 16h45, o Ibovespa registrava desvalorização de 0,97%, aos 66.028 pontos

Beth Moreira, da Agência Estado,

23 de agosto de 2010 | 12h11

Após abrir o pregão em alta, ensaiando uma nova recuperação, o Ibovespa inverteu o sinal. A queda das ações da Vale pressiona o principal índice da Bolsa paulista, enquanto o segmento de construção é um dos destaques de alta. 

Às 16h45, o Ibovespa registrava desvalorização de 0,97%, aos 66.028 pontos, após alcançar máxima de 67.175 pontos (+0,75%). O giro financeiro era de R$ 3,6 bilhões, com previsão de R$ 4,91 bilhões para o fechamento. No mesmo momento, o Dow Jones registrava queda de 0,31%, enquanto o S&P 500 subia 0,34%.

 

As ações da Vale andam na contramão de seus pares internacionais, com a PN caindo 2,10% e ON cedendo 2,78%. Hoje o banco UBS reduziu a recomendação para as ADRs da Vale de "compra" para "neutro". O preço alvo para os papéis foi rebaixado para US$ 32,70, ante US$ 34,38 mantido anteriormente.

 

As ações da Petrobrás operaram oa parte do dia em alta, mas próximo do fim do pregão também recuavam No horário, a ação preferencial operava estável e a ordinária caía 0,33%.

 

(Texto atualizado às 15h37)

Tudo o que sabemos sobre:
BovespaPetrobrásVale

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.