Bovespa cai 0,50% na abertura do pregão hoje

A Bolsa de Valores de São Paulo abriu em baixa, alinhada com os índices futuros em Nova York, que estão pressionados pelos testes nucleares realizados pela Coréia do Norte. Às 10h14, o Ibovespa à vista cedia 0,5% a 37.750 pontos, na mínima do dia. Em Nova York, o Nasdaq futuro cedia 0,29% e o S&P 500, -0,23%. Alguns analistas atribuem esse movimento de baixa no mercado brasileiro de ações ao resultado do primeiro debate entre os candidatos à Presidência, realizado ontem à noite pela TV Bandeirantes. No geral, o debate foi visto pelos analistas do mercado financeiro como levemente positivo para o candidato tucano, Geraldo Alckmin. Mas as declarações contundentes do candidato negando a intenção de privatizar a Petrobras, o Banco do Brasil, a Caixa e Correios podem esfriar um pouco os ânimos dos investidores que desde a ida inesperada de Alckmin para o segundo turno vinham alimentando a expectativa de que num possível governo do PSDB o processo de privatização poderia vir a ser retomado. O cenário externo hoje não é dos melhores por causa da realização de testes nucleares pela Coréia do Norte. As bolsas asiáticas caíram, mas o clima não é de nervosismo. O feriado parcial nos EUA, que comemoram o Dia de Colombo, tende a diminuir a liquidez nos negócios. Os mercados de títulos do Tesouro e de bônus, incluindo os da dívida externa de emergentes, estão fechados, mas as Bolsas de Valores e a Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), onde se negocia o petróleo, operam normalmente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.