Bovespa cai 0,75% preocupada com EUA e escândalo político

A Bolsa de Valores de São Paulo opera em queda, refletindo preocupações com o quadro externo e também interno. Às 11h30, o índice Ibovespa à vista caía 0,75% a 36.211 pontos, depois de atingir a mínima de 0,89% (36.160 pontos). Nas Bolsa de Nova York, o Nasdaq recuava 0,25% e o Dow Jones registrava baixa de 0,25%. Segundo fontes, os investidores estão um pouco receosos com a possibilidade de a economia norte-americana passar por uma desaceleração mais forte que o esperado. "O risco do 'hard landing' mora no mercado imobiliário", diz um especialista. Do lado doméstico, analistas mostram alguma preocupação com o dado ruim das vendas no varejo em julho, divulgado hoje pelo IBGE. As vendas caíram 0,45% em julho ante junho, na contramão das previsões. "O dado de vendas no varejo é um pedaço do setor de serviços que faz parte do PIB do terceiro trimestre", destaca um analista, de olho na possibilidade de enfraquecimento da atividade também no terceiro trimestre. A Bolsa paulista estaria refletindo, ainda que em menor escala, o ruído político do momento, que envolve o ex-assessor direto do presidente Lula, investigado por tentativa de negociação de documentos que supostamente envolveriam o candidato tucano ao governo de São Paulo, José Serra, no escândalo dos sanguessugas. "Ninguém acha que Lula vai deixar de ser eleito por causa disso. Mas o que preocupa é o azedamento do ambiente político e institucional, que dificulta as reforma num possível segundo mandato", resume uma fonte.

Agencia Estado,

19 de setembro de 2006 | 11h37

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.