Bovespa cai 1,72% afetada pelo dia ruim na cena externa

A Bolsa de Valores de São Paulo começa o pregão de hoje em forte queda, afetada pelo clima ruim nos mercados internacionais, principalmente do sinal negativo vindo de Wall Street. Às 10h15, o Ibovespa, principal índice de ações da Bolsa paulista, registrava queda de 1,72%, a 43.488 pontos, na mínima do dia. Desde a madrugada na Ásia, as preocupações com o mercado de crédito imobiliário "subprime" (de maior risco) nos EUA afetaram a relação entre dólar e iene, desmontando operações especulativas com a moeda japonesa que resultaram em forte valorização do iene sobre o dólar. Com isso, a Bolsa de Tóquio fechou em baixa. Depois da New Century Financial, hoje outra empresa de empréstimos imobiliários nos EUA, a Accredited Home Lenders Holding, informou que está tentando renegociar suas dívidas. O humor do mercado piorou com essa notícia e levou os índices futuros de ações das Bolsas de Nova York a operar em queda, arrastando consigo as principais bolsas européias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.