Bovespa cede com cautela de investidores

Bovespa acumula em fevereiro alta de 2,88% e no ano queda de 1,90%

Sueli Campo, da Agência Estado,

18 de fevereiro de 2010 | 16h48

O primeiro pregão completo da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) após o feriado prolongado de carnaval começou com um tom levemente negativo, refletindo a cautela dos investidores antes da divulgação de uma bateria de indicadores econômicos nos Estados Unidos. Durante a tarde, porém, a Bolsa voltou ao terreno positivo. Às 16h50, o índice Bovespa subia 0,39%, aos 67.610 pontos.

Com o desempenho da véspera, quando subiu mais de 2%, a Bovespa passou a acumular em fevereiro valorização de 2,88%, mas no ano de 2010 apresenta queda de 1,90%, que pode ser explicada pela saída expressiva de capital externo no período, de R$ 2,278 bilhões. Portanto, o fluxo de capital estrangeiro é uma variável chave para o desempenho futuro da Bovespa. A dúvida dos operadores é se esse dinheiro que tem saído da Bolsa vai voltar ou se o mercado brasileiro de ações continuará perdendo capital.

No exterior, as preocupações com a Grécia são amenizadas pela percepção de que a União Europeia vai ajudar os países da região com problemas fiscais. "Até porque a União Europeia não tem alternativa: é ajudar ou ajudar" diz o Décio Pecequilho, da Tov Corretora. A União Europeia quer que a Grécia imponha ao menos 2 bilhões de euros (US$ 2,7 bilhões) de corte nos gastos e aumento de impostos para diminuir seu déficit orçamentário, segundo fontes próximas ao governo grego.

Tudo o que sabemos sobre:
bolsas, Bovespa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.