Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Bovespa começa os negócios em alta, seguindo exterior

Reunião de política monetária do Federal Reserve, que começa nesta terça-feira, 18, fez bolsas externas subirem

Olívia Bulla, da Agência Estado,

17 de junho de 2013 | 10h12

Os mercados internacionais resolveram começar a semana alimentando esperanças com a reunião de política monetária do Federal Reserve, que começa apenas nesta terça-feira, 18, e termina na quarta-feira, 19. Essa animação dos negócios com risco no exterior tende a aliviar a pressão vendedora na Bovespa, nesta dia de vencimento de opções sobre ações, o que pode abrir caminho para aproximar nos 50 mil pontos. Por volta das 10h05, o Ibovespa subia 0,82%, aos 49.738,03 pontos, na máxima.

No mesmo horário, em Wall Street, o futuro do S&P 500 subia 0,78%, já reagindo à melhora do índice regional de atividade em Nova York em junho e à espera do índice de confiança das construtoras neste mês, que sai às 11 horas. Na Europa, a Bolsa de Frankfurt avançava 1,37%, neste dia de agenda econômica mais fraca na zona do euro.

Mas as atenções dos investidores estão voltadas para o encontro de dois dias do Fed e a consequente entrevista coletiva do presidente da autoridade monetária, Ben Bernanke. As apostas, segundo pesquisa do Wall Street Journal (WSJ), são de que o Banco Central dos Estados Unidos inicie a redução da compra de bônus em outubro, sem interromper o fim do programa, até maio de 2014. Dessa forma, o apetite por risco prevalece.

Essa maior disposição não deve atrapalhar a estratégia dos "vendidos" neste dia de exercício das opções sobre ações. Nesse jogo, as ações das blue chips Petrobras, Vale e OGX ficam em mais evidência. Ainda assim, segundo operadores, o volume financeiro da "briga" com os "comprados" deve ser fraco, podendo até ficar atrás do giro do vencimento ocorrido em janeiro deste ano, quando pouco mais de R$ 2,7 bilhões foram movimentados. Assim, comenta um desses profissionais, "a Bolsa vai seguir os mercados no exterior e o jogo das opções não deve atrapalhar".

Tudo o que sabemos sobre:
Bovespaabertura

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.