Bovespa despenca 4,54% e encerra na mínima do dia

O Ibovespa, principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo, fechou a terça-feira em baixa de 4,54%, aos 36.412 pontos, na pontuação mínima do dia. O volume de negócios hoje foi de R$ 2,55 bilhões. O índice oscilou entre a máxima de 38.149 pontos e a mínima. A Bovespa voltou a sofrer com a aversão ao risco nesse retorno do feriado nos EUA e em Londres. Desde cedo, o mercado global já emitia sinais de que essa véspera da divulgação da ata da última reunião do Comitê de Mercado Aberto (Fomc) do Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA) seria marcada pelo nervosismo. O medo principal dos investidores hoje foi de que o documento do Fed indique a continuidade do ciclo de alta de juro nos EUA. Também pesaram hoje as saídas expressivas de capital externo nos dois pregões da semana passada em que a Bovespa ensaiou recuperação de preços. Havia a esperança de que reação da Bovespa tivesse sido puxada pelos investidores estrangeiros. A queda na Bolsa paulista foi generalizada hoje. Por volta das 16h30, entre os papéis que compõem o Índice Bovespa, apenas dois operavam no azul: Embraer PN (+1,83%) e Embraer ON (+1,74%).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.