Bovespa encerra com ganho de 1,05%, em dia volátil

Após oscilar entre os campos positivo e negativo, o Ibovespa, principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo, encerrou o dia em alta de 1,05%, a maior do dia, a 36.146 pontos. Na mínima, o índice recuou 0,41%. O volume negociado totalizou R$ 2,50 bilhões. Em Nova York, os índices acionários registraram alta expressiva, o que explicou em parte a recuperação na Bovespa. O índice Dow Jones subiu 0,89% e o Nasdaq, da Bolsa eletrônica, avançou 1,96%. O desempenho do mercado pode ser resumido pelo comportamento das ações da Petrobras. Os papéis preferenciais começaram com ganho, chegaram a cair mais de 1% e encerraram com valorização de 0,10%, apesar da queda 2,82% do petróleo em Nova York. A estatal informou hoje que espera acrescentar até 24 mil barris diários de petróleo equivalente à nascente produção de petróleo e gás nos EUA. As altas do Ibovespa foram comandadas por Itaú, que subiu 4,38%, e Vivo, que avançou 4,33%, ainda em reação à possibilidade de redução da concorrência no País, caso a Telecom Itália venda a TIM Participações.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.