Bovespa encerra com ganho de 1,14%, seguindo NY

A Bovespa passou todo o dia na cola das Bolsas de Nova York, que operaram com perda durante boa parte do pregão, influenciadas por más notícias corporativas. No fim do dia, contudo, o humor no mercado norte-americano melhorou, levando para o terreno positivo também a Bolsa paulista, que fechou com ganho de 1,14%, aos pontos. A Bovespa oscilou entre a máxima de +1,22% e a mínima de -1,52%, e registrou um volume financeiro de R$ 2,09 bilhões. A queda registrada na parte da manhã pelas Bolsas de Nova York refletiu o ceticismo do mercado em relação aos balanços das grandes corporações, que começaram a ser divulgados ontem e trouxeram notícias ruins da Alcoa e da Lucent Technologies. À tarde, os investidores norte-americanos revisaram suas expectativas, afirmando que a "Alcoa e a Lucent são passado" e que os próximos balanços não serão tão ruins como se imaginava. Com isso, o Dow Jones fechou com alta de 0,28 e o Nasdaq, em +0,56%. Os investidores se deixaram levar pela preocupação com os balanços das empresas nos EUA por causa da falta de indicadores econômicos importantes a serem divulgados hoje, aqui e nos EUA.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.