Bovespa encerra com perda de 0,09% após correções

Após operar em queda durante a maior parte do pregão, o Ibovespa, principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo, tentou uma recuperação, mas terminou o dia com perda de 0,09%, aos 34.798 pontos. Na mínima, o índice recuou 1,24%. Na máxima, subiu 0,19%. O volume ficou em R$ 2,04 bilhões. O dia, segundo operadores, foi de correções - papéis que perderam muito nos últimos dias conseguiram subir. Outros em que ainda existia chances de realizar lucros caíram, caso dos bancos. A ação preferencial classe A (PNA) da Eletropaulo obteve uma das maiores valorizações do dia, com ganho de 3,13% - o papel foi a leilão e, segundo operadores, houve negócios cancelados. Hoje a Eletropaulo divulgou a precificação de sua oferta pública de papéis preferenciais classe B (PNB), que saíram cotadas a R$ 85,00. Este papel hoje teve alta de 0,13, para R$ 86,11. A partir de segunda-feira, as PNA da Eletropaulo serão convertidas em PNB em todos os índices da Bovespa dos quais a empresa participa, na proporção de um para um. Os indicadores de fechamento do pregão de hoje serão calculados com base no preço de fechamento das PN da Eletropaulo (A ou B) que apresentarem maior volume financeiro em suas operações no mercado à vista (lote padrão) nesse dia. Hoje termina o período de conversão de PNA em PNB da empresa. Entre as principais altas, figuraram também Light ON, com ganho de 5,30% e Telemar PNA, que subiu 3,25%. As quedas foram lideradas por Perdigão ON, que perdeu 3,24%, e Souza Cruz ON, com baixa de 1,66%.

Agencia Estado,

22 de setembro de 2006 | 17h28

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.