Bovespa fecha com ganho de 0,45%, com fraco volume

A Bovespa operou indefinida hoje, com fraco volume financeiro, mesmo comportamento observado nas bolsas americanas e européias. O Ibovespa, principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo, encerrou com ganho de 0,45%, aos 35.957 pontos. O índice oscilou entre a mínima de -0,59% e a máxima de +0,93%. O volume negociado totalizou R$ 1,47 bilhão. Operadores acreditam que os investidores estão em compasso de espera, de olho na ata do Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA) e na reunião do Comitê de Política Monetária, na próxima semana. O dia não teve novidades em relação à política monetária e ao desempenho da atividade nos EUA. O tão aguardado discurso do presidente do Fed, Ben Bernanke, único evento da agenda de hoje, foi um não evento. Bernanke se ateve ao tema do simpósio para o qual foi convidado, globalização, sem tocar em outras questões. A alta do petróleo no mercado internacional ajudou a ação preferencial da Petrobras, que registrou ganho de 1,39%, dando alguma sustentação à bolsa. Fora do Ibovespa, Cosan voltou a ser destaque no pregão de hoje. A sucroalcooleira avançou 4,96%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.