Bovespa fecha em -1,37%, com vencimento de opções

Notícia foi o que não faltou hoje na Bovespa. Além do vencimento de opções sobre ações hoje, que foi o grande responsável pela queda registrada pelo Ibovespa, principal índice de ações da Bolsa, o mercado foi pautado pelo surpreendente anúncio da oferta feita pela Sadia para compra da Perdigão. As ações das duas empresas de carnes lideraram o tempo todo o ranking de maiores ganhos do Ibovespa e ficaram entre as mais negociadas do pregão. O Ibovespa, entretanto caiu 1,37%, para 34.866 pontos, depois de oscilar entre a mínima de -1,52% e a máxima de +0,34%. O volume financeiro ficou em R$ 2,37 bilhões. A queda da Bovespa destoou do comportamento das bolsas norte-americanas, que encerraram quase estáveis. O desempenho negativo da Bolsa paulista espelhou a briga do vencimento de opções sobre ações e o recuo nas cotações do petróleo no mercado internacional (em Nova York, a commodity cedeu 2,25%). A Petrobras, com grande participação no Ibovespa, sentiu o peso da baixa do petróleo e a ação preferencial caiu 4,39%. Além da Petrobras, a protagonista na Bolsa hoje foi a Companhia Vale do Rio Doce, que recuou 3,41% (Vale PNA), após o vencimento de opções. Segundo operadores, faltaram compradores para os papéis, que sustentaram altas artificiais na semana passada por conta do vencimento, enquanto o resto do mercado mostrava fortes perdas. Sadia PN subiu 8,77% e Perdigão ON avançou 17,61%. A oferta de compra da Perdigão feita pela Sadia foi de R$ 3,7 bilhões, ou R$ 27,88 por ação, o que corresponde a um prêmio de 35% sobre a cotação média de Perdigão ON nos últimos 30 dias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.