Bovespa fecha em -4,33%, à espera de índicadores

Com os investidores na defensiva, o Ibovespa, principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo, registrou novamente hoje forte baixa, de 4,33%, e fechou aos 33.554 pontos. No mês de junho, o Ibovespa já acumula queda de 8,15%. O volume de negócios hoje foi de R$ 1,94 bilhão. O índice oscilou entre a máxima de 35.265 pontos e a mínima de 33.537 pontos. Sobraram motivos hoje para o mercado continuar na defensiva. Os investidores do mundo inteiro aguardam os índices de inflação norte-americanos, que podem ou não melhorar a percepção do mercado em relação à dos EUA. Amanhã sai o índice de preços ao produtor (PPI) e quarta-feira sai o índice de preços ao consumidor (CPI). Além disso, o presidente do Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA), Ben Bernanke, faz hoje à noite o primeiro de seus três discursos previstos para esta semana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.