Bovespa fecha em alta de 0,50% aos 70.673,30 pontos

No mês, o Ibovespa acumula alta de 1,79% e ano, +3,04%

Rosangela Dolis, da Agência Estado,

29 de outubro de 2010 | 18h35

A Bovespa apoiou-se em balanços corporativos e conseguiu se desviar do sinal de cautela vindo das Bolsas norte-americanas - fechou em alta de 0,50%, aos 70.673,30 pontos, enquanto em Nova York as bolsas fecharam com sinais divergentes, mas em torno da estabilidade. O bom resultado das Lojas Renner anunciado ontem à noite puxou no pregão de hoje não só a ação da empresa como de outras do setor. Além disso, novas projeções de resultado da Embraer para 2010 agradaram ao mercado e Usiminas continuou refletindo o bom resultado apresentado ontem cedo.

Em Nova York, as preocupações com o tamanho da ajuda que o Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA) poderá anunciar na próxima semana para estimular o crescimento econômico norte-americano continuaram dando tom de cautela às Bolsas norte-americanas.

Em alta ao longo de toda a sessão, o Ibovespa oscilou hoje da máxima de 70.775,70 pontos, em alta de 0,65% pontos, à mínima de 70.322,43 pontos, estável. O giro financeiro somou R$ 7,306 bilhões. No mês, a Bolsa acumula alta de 1,79% e ano, +3,04%.

As Lojas Renner anunciaram lucro líquido de R$ 56,998 milhões no terceiro trimestre, em alta de 86,3% sobre o mesmo período de 2009 - suas ações ON subiram hoje 3,82% e puxaram outras do setor. Lojas Americanas PN subiram 3,98% e Pão de Açúcar PNA, +4,06%.

Também após o encerramento dos negócios ontem, a Embraer informou que seu lucro líquido recuou 3,68% no terceiro trimestre, para R$ 220 milhões. Porém, a empresa revisou para cima suas previsões para 2010. Suas ações ON fecharam em alta de 2,19% hoje.

Já Usiminas voltou hoje a valorizar-se (+5,76%,ON, e +1,29%, PNA). Desde ontem o papel da empresa se recupera de perdas recentes, impulsionado pelo bom balanço do terceiro trimestre divulgado ontem cedo.

As ações da Petrobrás caíram 0,87% (ON) e 1,56% (PN), apesar do anúncio oficial da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) da descoberta de petróleo realizada no pré-sal, no poço de Libra, em área pertencente à União. A notícia confirma boatos que circularam no mercado na quarta-feira.

Já os papéis da Vale fecharam em direções divergentes: a ON ficou estável e a PNA caiu 0,31%.

Nos EUA, o crescimento de 2% do PIB do terceiro trimestre veio em linha com as estimativas, razão pela qual não teve força para dar ao mercado nova indicação sobre o tamanho da ajuda que o Fed deverá anunciar na quarta-feira. Na dúvida, prevaleceu a cautela. O Dow Jones encerrou em alta de 0,04%; o Nasdaq ficou estável; e o S&P500 cedeu 0,04%%.

Tudo o que sabemos sobre:
bolsaIbovespaValePetrobrásFed

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.