Bovespa fecha em alta de 0,77% aos 70.404,68 pontos

Bolsa brasileira fechou em alta de 0,77% aos 70.404,68 pontos, recuperando parcialmente a perda da véspera de 2,61%

Rosangela Dolis, da Agência Estado,

20 de outubro de 2010 | 18h29

As expectativas de que o Federal Reserve (Fed, banco central americano) deverá adotar medidas de estímulo à economia dos EUA foram mantidas hoje pela divulgação do Livro Bege, relatório do Fed que afirmou que o crescimento econômico do país segue em ritmo modesto. O diagnóstico, divulgado às 16h, permitiu que as Bolsas em Nova York, acompanhadas pelo Ibovespa, sustentassem altas exibidas desde a manhã, depois das fortes perdas de ontem, provocadas pela elevação dos juros na China.

Desde cedo, os pregões já operavam no azul, com os investidores se antecipando à divulgação do relatório e se animando também com os anúncios de bons resultados corporativos nos EUA, em especial da Boeing. "Pelo Livro Bege, o cenário é de (uma economia) que precisa de socorro", disse Pedro Galdi, da SLW corretora.

A Bolsa brasileira fechou em alta de 0,77% aos 70.404,68 pontos, recuperando parcialmente a perda da véspera de 2,61%. Ações da Vale, de bancos e de empresas do setor aéreo deram fôlego ao Ibovespa, mas o mau desempenho de siderúrgicas segurou um avanço maior.

Ao longo da sessão, o Ibovespa oscilou entre a máxima de 70.720,32 pontos, em alta de 1,23%, à mínima de 69.813,73 pontos, em queda de 0,07%. O volume financeiro atingiu R$ 6,681 bilhões, ante R$ 7,587 bilhões de ontem.

As ações da Vale subiram 2,97% (ON) e 2,54% (PNA). Entre os bancos, Bradesco PN ganhou 1,81%; Itaú Unibanco PN, 0,97%; e Banco do Brasil ON, 1,45%. No setor aéreo, Embraer ON subiu 3,07%; Gol PN, 1,43%; e TAM PN, 4,06%.

Petrobrás teve desempenho fraco: ON caiu 0,54% e PN, 1,15%. Mas foram as perdas em papéis de siderúrgicas que impediram alta maior da Bovespa. Entre as siderúrgicas, CSN ON caiu 2,16%; Usiminas ON, 4,29%, e PNA, 3,61%; Gerdau PN, 0,29%.

Em Nova York, o Dow Jones subiu 1,18%; o Nasdaq, 0,84%; e o S&P500, 1,05%.

Tudo o que sabemos sobre:
bolsaIbovespaValePetrobrásFed

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.