Bovespa fecha em alta sustentada por Petrobrás e Vale

Petrolífera ainda repercutiu a divulgação do balanço auditado, enquanto a Vale disparou 10% por conta da alta do minério de ferro

Claudia Violante, Agência Estado

24 Abril 2015 | 10h35

Atualizado às 17h10

Pela terceira sessão consecutiva, o Ibovespa terminou em alta. Os ganhos desta sexta-feira foram puxados pelo forte ingresso de capital externo, que impulsionaram de forma generalizada as ações domésticas. Vale, no entanto, mais uma vez despontou, liderando os ganhos do índice, com 10% de valorização. 

O Ibovespa terminou o dia em alta de 1,63%, aos 56.594,22 pontos, maior nível desde 14 de outubro (58.015,46 pontos). Na mínima, ficou estável, aos 55.687 pontos, e, na máxima, registrou 56.965 pontos (+2,30%). Em três sessões, avançou 5,27% e, na semana, marcou +4,89%. No mês, acumula +10,64% e, no ano, +13,17%. 

O estrangeiro segue firme comprando Bovespa. Pelos últimos dados divulgados pela BM&FBovespa, o saldo de capital externo na Bolsa está positivo em R$ 6,170 bilhões em abril até a última quarta-feira, elevando a R$ 16,036 bilhões o resultado positivo acumulado em 2015. 

Ajuda a explicar esse movimento a expectativa de que o aumento de juros nos EUA tenha início um pouco mais tarde neste ano. 

Vale foi um dos papéis agraciados, em função do aumento do preço do minério de ferro, medidas de estímulo da China e cobertura de posição vendida. A ação ON acumulou +30,34% na semana e a PN, 25,15% (hoje, esse papel avançou 6,67%). 

Petrobras terminou em alta de 4,55% na ON e 2,63% na PN.

Eletrobras ON subiu 7,83%, na segunda posição entre as maiores altas, e Eletrobras PNB, 4,24%, também entre os melhores desempenhos do Ibovespa.

A lista de maiores baixas, por outro lado, foram lideradas por Multiplan ON (-2,98%), Localiza ON (-2,95) e CCR ON (-2,54%).

No setor financeiro, Bradesco PN, +2,40%, Itaú Unibanco PN, +3,25%, BB ON, +3,42%, e Santander unit, +0,39%.  

Nos EUA, o Dow Jones terminou em alta de 0,12%, aos 18.080,14 pontos, S&P avançou 0,23%, aos 2.117,69 pontos, e o Nasdaq subiu 0,71%, aos 5.092,09 pontos. Na semana, subiram, respectivamente, 1,42%, 1,75% e 3,25%.

Mais conteúdo sobre:
açõesPetrobrás balanço

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.